As terríveis estrias: como lidar com elas?

Conheça os tratamentos para as estrias.

O que pra alguns pode não significar nada, para outros pode ser motivo de muita vergonha e baixa autoestima. Algumas são mais discretas outras mais sinuosas, mas as estrias estão presentes não só em mulheres, mas também nos homens.

Ela é uma atrofia do tecido na derme (segunda camada da pele) e é refletida na epiderme (primeira camada da pele), podendo variar na largura e no comprimento.

A elasticidade da pele é fundamental para o movimento dos tecidos e é justamente a falta dela que pode acometer o aparecimento das estrias. Isso acontece pois há um rompimento das fibras elásticas devido sua incapacidade de esticar.

Seu aparecimento pode ser por fatores hereditários, hormonais e mecânicos (por movimentos ou exercícios físicos). Além disso o fato de engordar repentinamente também pode favorecer o aparecimentos de estrias.

Assim como na gravidez onde a pele da barriga tende a se esticar bastante e quando as fibras não estão devidamente preparadas, elas se rompem.

Na adolescência também é bem comum pois há períodos de rápido crescimento.

Regiões mais comuns são glúteos, seios, abdômen, coxas, antebraço e panturrilhas.

Como identificar a fase inicial?

Se encontram geralmente com pequeno relevo, vermelhas ou rosadas que mais tarde tendem a ganhar coloração mais escura e em alguns casos doloridas.

Em seu estado crônico, as estrias passam a ser brancas, com pouca ou nenhuma sensibilidade a dor. As estrias podem desaparecer naturalmente devido ao fato das fibras elásticas serem produzidas novamente pelo próprio organismo, que chamamos de “neoformação fibrilar”.

Tratamento

Na fase inicial, quando elas estão vermelhas, cremes e óleos vão assegurar uma boa hidratação e ajudar na cicatrização.

Já o peeling de diamante ou cristal provoca uma suave descamação, o que estimula a regeneração da pele formando novas fibras de colágeno e elastina.

O peeling químico, com ácidos retinóico e o glicólico, também promovem uma leve esfoliação da pele, estimulando a produção de novas fibras.

Cuidados pós tratamentos

 Não tomar sol durante qualquer um dos tratamentos, não usar cremes antiinflamatorios e cicatrizantes pois vai contra os efeitos que os tratamentos provocam, o ideal é a recuperação natural do organismo, acelerar esse processo pode não trazer um bom resultado.

Esses tratamentos são contraindicados em casos de vitiligo, psoríase, diabetes, anemia, tendência a queloides, pós parto imediato e período de amamentação.

Gostou das informações? Então acompanhe com a esteticista Leticia Vinhas e a Hair Style Valéria Lima, do Ateliê da Beleza, tudo sobre o mundo da beleza e de tratamentos estéticos no Beleza Digital. A coluna vai ao ar sempre aos sábados.

Acompanhe as notícias também pelo Facebook e Instagram do Varginha Digital.

Gostaria de receber as notícias do Varginha Digital no seu Whatsapp?

Envie uma mensagem para (35) 9 9130-0597 ou clique neste link.

Let%C3%ADcia Vinhas FILEminimizer 453x450 - Peeling Químico: pele novinha em folha
Leticia Vinhas – Esteticista

Leticia Gabriela Aparecida Vinhas
Esteticista no Ateliê da Beleza, em Varginha. Graduada no Curso Superior de Tecnologia em Estética e Cosmética pelo Unis – Centro Universitário do Sul de Minas.  Especialista em Estética Facial e Corporal.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome