Guapé – A cidade que seria alagada pelo Lago de Furnas hoje flutua sobre ele

A chegada do Lago de Furnas nos anos 50 quase deixou a cidade embaixo d’água, mas Guapé resistiu e hoje é uma das cidades que possui as mais belas cachoeiras da região.

Guapé é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. O município é localizado no Sul de Minas e é banhado pelo Lago de Furnas. Sua história se divide em duas partes: antes e depois das águas de Furnas, devido à inundação de parte do município na década de 1960 para construção de uma usina hidrelétrica.

O nome Guapé vem de uma planta aquática conhecida também como “Caminhos nas águas” que recobre a superfície dos lagos e rios com suas folhas, formando uma espécie de tapete verde.

Paróquia São Francisco de Assis

Guapé seria inundada

Revista O Cruzeiro

No ano de 1957 foi anunciada pelo presidente Juscelino Kubitschek a construção da barragem de Furnas, o anúncio dizia que várias cidades seriam alagadas pelo lago e Guapé estava entre elas.

A população da cidade ficou com muito medo e devido a falta de meios de comunicação na época, tudo que se ouvia era sobre a chegada das águas que inundaria a cidade até o alto do relógio da Igreja.

A cidade teve 206 quilômetros quadrados de suas terras inundadas. O drama dos habitantes foi registrado por reportagens, algumas premiadas, como as da revista “O Cruzeiro”.

Em 1924, foi escrito o lema na bandeira da cidade “Fluctuat ne Mergitur” que significa “Flutuarás, não afundarás“, ou em uma livre interpretação significa “Resiste“.

Quem poderia naquela época imaginar que depois de 39 anos de história, Guapé iria por em prova o lema que carregava em sua bandeira, não se deixando afundar com as águas de Furnas, mesmo toda encoberta resistiria, e como uma fênix ressurgiria das próprias águas que a submergiram, mais bela e mais forte.

A nova cidade foi construída próxima à antiga, em um local mais alto, as margens do lago, ficando praticamente ilhada, onde o lago forma uma península.

Eco-turismo

O eco-turismo é uma das grandes atrações, com trilhas, riachos, cachoeiras e a própria mata nativa que preserva a fauna e a flora de nossa região.

Parque Ecológico do Paredão e Cachoeiras

Cachoeira do Paredão

Guapé e muito visitada por suas belas cachoeiras e também pelo belíssimo Parque Ecológico do Paredão que é formado em uma fenda entre serras, o parque é um dos principais pontos turísticos da cidade, oferecendo ao turista além de uma vista privilegiada da formação rochosa do local, três belas cachoeiras, além de vários locais para banho ao meio de muito verde e beleza.

O Parque ecológico conta com restaurante com comida mineira, trilha ecológica, 3 cachoeiras, piscinas naturais e locação de quiosques e área para camping. Cobrança de taxa de entrada. Contato: (35) 9814-3672 – Tião do Gêra

O município de Guapé e cercado por belas cachoeiras, entre elas estão:

Cachoeira do Inferno, Cachoeira do Macuco, Cachoeira do Garimpo, Cachoeira do Capão  Quente, Cachoeira da Água Limpa, Cachoeira do Moinho, Cachoeira do Lobo, Cachoeira da Volta Grande e outras.

Cachoeira do Chapadão

Carnaval

O Carnaval em Guapé é considerado um dos melhores do Sul de Minas, se destaca na região como sendo um dos mais agitados e dos que recebem maior número de turistas. A agitação acontece a noite na praça e durante todo o dia no Parque Ecológico do Paredão e no Lago de Furnas.

Pontos Turísticos

Além do famoso “Paredão” e suas belas cachoeira, Guapé também possui vários pontos turísticos, entre eles:

Água Limpa, Bangalô, Ipê Campestre Clube, Pista de Motocros, Ponte Água Limpa, Ponte Santo Hilário, Porto da Balsa Guapé-Araúna e a Rampa de Voo Livre do Estreito.

Ipê Campestre Clube

Visitem Guapé!

Fontes: Wikipédia e site da Prefeitura de Guapé.

Veja mais em Turismo

Comente e Compartilhem!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome