Poços de Caldas: tranquilidade do interior e as facilidades das grandes cidades

Águas termais, prédios históricos e parque temático. Poços de Caldas garante descanso e diversão no melhor estilo cidade do interior.

Uma das maiores cidades do Sul de Minas, Poços de Caldas é uma estância hidromineral.
Vale destacar também que por muitos anos a cidade era conhecida como Las Vegas brasileira, por causa de seus cassinos.

Outro segmento importante de Poços é o de fabricação de cristais. As fábricas São Marcos e a Cá d’Oro têm lojas no centrinho e na Avenida João Pinheiro. A fabricação usa técnicas da cidade italiana de Murano. Os visitantes podem ver os operários confeccionarem objetos separados apenas por um vidro.

Estas são alguma das atrações que Poços de Caldas proporciona. Confira abaixo os principais pontos turísticos de Poços de Caldas e faça já seu roteiro:

Cassinos
A história dos cassinos em Poços de Caldas teve início no século 19, quando a cidade era ainda uma pequena vila. Registros indicam que por volta de 1890 os hotéis de então, já recebendo turistas em busca dos tratamentos terapêuticos proporcionados pelos banhos de água sulfurosa, ofereciam aos hóspedes alguns jogos, como forma de lazer durante as estações de cura a que se submetiam, em geral longas.

O jogo tornou-se um grande negócio para a cidade, empregando muita mão-de-obra e atraindo jogadores de todo o País. Por isso na época havia voos regulares para a cidade, partindo das maiores capitais brasileiras (então São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte) após a inauguração do aeroporto em 1938.

Foram muitos os estabelecimentos dedicados ao jogo em Poços de Caldas. Nomes como Rádium, Éden, Bridge Club, Caldense, Cassino “Velho”, Ideal Cassino, Nacional, Social Club, Salão Biju ou Ideal Cassino estão entre os mais lembrados, apesar da carência de fontes para pesquisas mais profundas.

Serra de São Domingos
Com 1.663 metros de altitute, é o cartão postal de Poços de Caldas. Oferece ao turista uma vista panorâmica de tirar o fôlego. Lá fica o Cristo Redentor, mirante, aquário, lanchonete, banheiros e duas rampas de voo livre.

Para subir a serra é possível ir de carro próprio, encarando 4 quilômetros de subida ou de teleférico. A segunda opção com certeza é a mais indicada, pois é a oportunidade de ver a cidade inteira de cima.

O percurso do teleférico é de 1,5 km, com 8 minutos de duração. As saídas são da Av. Francisco Salles, de segunda e quinta das 10h às 17h, sábado das 9h às 17h e domingo das 9h às 16h. O valor é R$ 20 ida e volta).

Águas Termais
Conhecidas desde o final do século XVIII, as águas termais de Poços de Caldas são famosas pelas propriedades curativas. Já em os banhos termais eram usados para o tratamento da lepra, doença que atingia uma grande parcela de pessoas naquele período.

A partir do século XIX Poços de Caldas atraia um grande público em busca de nas águas. O “tratamento” durava em média de 21 a 30 dias e chegavam na época das estações de águas, escolhidas entre os meses de Março, Abril e Maio, ou entre os meses de Agosto, Setembro e Outubro.

Em 1886 foi inaugurado o primeiro balneário da cidade, o Pedro Botelho, no qual o Imperador Dom Pedro II e a Imperatriz Dona Tereza Cristina se banharam quando vieram à cidade para inaugurar o ramal de caldas da Estrada de Ferro da Mogyana.

Dez anos depois, em 1896, foi inaugurado o segundo balneário da cidade, o balneário dos Macacos na Praça Dom Pedro II. E em 1919 a Companhia Melhoramentos inaugurou o terceiro balneário chamado de Thermas.

No ano de 1927 o então governador do estado, Antônio Carlos Ribeiro de Andrada concedeu à cidade um crédito extraordinário para a remodelação urbana de Poços de Caldas a fim de transformá-la na primeira cidade balneária do Brasil.

Com este reforço financeiro foi construído o parque José Affonso Junqueira, as Thermas Antônio Carlos e o Palace Casino. Poços de Caldas tornou-se não só a primeira cidade balneária do Brasil, mas também a primeira cidade balneária da América Latina que fazia uso das águas termais.

O complexo das Thermas Antônio Carlos é composto de quatro níveis organizados em vestíbulo, hidrologia para banhos (feminino e masculino), duchas (circular, chicote e Vichy), saunas (masculina e feminina), sala de mecanoterapia com aparelhos que vieram da Alemanha na década 20, setor de inalação e pulverização, administração e salas especiais onde se realizam limpezas de pele, massagens corporais e faciais e escalda-pés.

O prédio é administrado pelo município através de um contrato de comodato assinado entre a Hidrominas, hoje CODEMIG e a Prefeitura Municipal.

Endereço: Praça Pedro Sanches, s/n
Telefone: (35) 3697-2317
E-mail: [email protected]

Assim como as Thermas, o Balneário Dr. Mário Mourão é destinado para banhos de imersão que são realizados em cabines individuais, composta por banheira, pia, espelho e todo aparato necessário para conforto e comodidade do banhista. A água utilizada nos banhos sai diretamente da fonte a uma temperatura de 41ºC. Dessa maneira, os banhistas podem relaxar e desfrutar das propriedades medicinais das águas termais.
Endereço: Praça Dom Pedro II, s/n.
Telefone: (35) 3697-2316

Walter World
Uma das principais atrações da cidade para crianças, o Walter World já é um passeio tradicional.

Entre as atrações conta com o circuito verde, com passeio pelo zoológico, museu do exército e aproximadamente 20 brinquedos diferentes.

Recanto Japonês
Um espaço de paz e tranquilidade, atrai pelos seus jardins, o lago com peixinhos, as fontes e a possibilidade de ver macacos no meio das árvores.

Prédios que valem a visita

Palace Casino
Bem cultural tombado, o Palace Casino faz parte Conjunto Arquitetônico e Paisagístico do Parque José Afonso Junqueira, onde fica também as Thermas Antônio Carlos .
O Palace Casino representa a época áurea do cassinismo em Poços de Caldas e no Brasil. O prédio é composto por auditório, Salão do Café, Salão Azul, Salão Nobre e Teatro. De decoração suntuosa e apurada, os salões Nobre e Azul destacam-se por suas arcadas, balaustradas, mísulas, cartelas e guirlandas filetadas em dourado.
Endereço: Parque José Affonso Junqueira, s/n – Centro
Telefone: (35) 3697-2300

Palace Hotel
Outro bem cultural tombado compõe também o Complexo Hidrotermal e Hoteleiro. O antigo prédio do Palace Hotel foi inaugurado em 1925, passando por uma remodelação e sendo reinaugurado em 1931, juntamente com o Palace Casino e Thermas Antônio Carlos. De grande importância, participou da história do Brasil na Velha República e no Estado Novo. Hospedou e hospeda grandes nomes da sociedade brasileira além de ilustres chefes de Estado de vários países. O Palace Hotel destaca-se como uma atração à parte para os visitantes de Poços de Caldas, em virtude de sua tradição, requinte, imponência e beleza arquitetônica.
Endereço: Praça Pedro Sanches, s/n – Centro
Telefone: (35) 3722-3636

Antigo Mercado Municipal (Casa Carneiro)
O antigo Mercado é um bem cultural tombado e foi construído em 1890, por orientação da Câmara Municipal que contratou a obra com José Carlos Garibaldi. No ano seguinte foi ampliado com a construção de um anexo para os animais.
Um novo edifício, construído por Antônio José Loureiro, foi inaugurado em 2 de fevereiro de 1903. Em 1909, o prefeito Francisco Escobar contratou o italiano Manuel Luiz Zuanella para executar a ala da Avenida Francisco Salles, seguindo o projeto dos irmãos José e Otto Piffer. As antigas grades foram substituídas por basculantes de vidro e a fachada valorizada com a construção de uma torre, que ficou pronta em 1916.
Outras intervenções foram executadas em 1919 e 1951 até a sua transferência para a Rua Pernambuco, em 1968. Imóvel tombado pelo município. Proteção conferida aos bens de valor excepcional que devam ser preservados por suas características originais.
Endereço: R. Assis Figueiredo, 1328
Telefone: (35) 3722-6471

Casa de Passageiros e Hangar do Aeroporto Municipal
Projetado pelo Engenheiro Otávio Lotufo, o Aeroporto Municipal é um bem cultural tombado e foi construído em 1936 com o objetivo de incentivar o turismo crescente com a demanda gerada pelo jogo e pelas águas termais da cidade.
Construído no estilo neocolonial, destacam-se na edificação os telhados em telha capa e canal e os azulejos dos vitrais com motivos mexicanos. A torre de comando se sobressai na composição, além da praça de embarque e desembarque de passageiros, com gazebo, e a Rosa dos Ventos, em cerâmica.
Endereço: Av. Alcoa, s/n – Jd. Aeroporto
Telefone: (35) 3697-2313

Coreto
Bem cultural tombado, faz parte integrante do Conjunto Arquitetônico e Paisagístico Parque José Affonso Junqueira. O primeiro coreto foi construído em 1921 no local onde atualmente se encontra o Monumento Minas ao Brasil. Em 1928 foi transferido para a Praça Coronel Agostinho Junqueira. Na década de 30 foi inaugurado o atual coreto onde se apresentava a Banda Maestro Azevedo, em homenagem ao antigo regente da Banda Municipal. Passou por intervenções de revitalização em 2004 e 2009. Atualmente recebe vários grupos que se apresentam semanalmente.
Endereço: Praça Pedro Sanches, s/n
Telefone: (35) 3697-2300

Café Concerto
Localizado dentro no Parque José Affonso Junqueira, é um bem cultural tombado e compõe com o Palace Casino, Palace Hotel e a Thermas Antônio Carlos, as grandes obras do arquiteto Eduardo Pederneiras.
Construído na década de 30, destaca-se pelo pergolado na fachada. Apresenta arquitetura simples, com forma retangular e anexo na face posterior, chanfrado nas laterais. Funcionou como biblioteca por vários anos e após a revitalização do Parque passou a ser utilizado como Café.
Endereço: Parque José Affonso Junqueira, s/n
Telefone: (35) 3712-2600

Antiga Estação Ferroviária
Inaugurado pelo Imperador Dom Pedro II, em 1886, o ramal de Caldas da antiga Estrada de Ferro Mogiana impulsionou o desenvolvimento e o turismo de Poços de Caldas.

Construído originalmente em alvenaria de tijolos aparentes, em estilo inglês, em 1930 teve seu corpo central demolido quando, então, foi construída o prédio atual, composto por quatro blocos: um para a plataforma de embarque, outro para administração e serviços e os demais para armazéns, mantendo ainda alguns elementos originais. Atualmente abriga a Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, juntamente com o Centro de Informações Turísticas e o Circuito Caminho Gerais. Imóvel tombado através da Lei Municipal nº. 5376/93.
Endereço: Praça Paul Harris, s/n.
Telefone: (35) 3697-2300

Igrejas

Como toda cidade mineira, as igrejas não poderiam deixar de se destacar e ser ponto turístico. Confira abaixo:

Igreja São Benedito
Construída em homenagem ao patrono da arte culinária São Benedito, o santo negro que traz nos braços o menino Jesus, existe desde o final do século XIX em Poços de Caldas. A primeira capela de São Benedito data de 1905, e foi edificada onde atualmente se encontra a praça da matriz.

Como o espaço era pequeno para o número de fiéis, que foi crescendo a cada ano, mais tarde, em 1925, iniciaram a construção do novo santuário, onde se localiza hoje, no alto do morro as ruas São Paulo e Rio de Janeiro. O dia do santo, 13 de maio, é comemorado com muita festa na cidade. O auge são as manifestações folclóricas, entre as quais se destacam os bailados de congos e caiapós.
Endereço: Rua São Paulo, s/n
Telefone: (35) 3712-7180

Igreja de São Domingos
Com inspiração nas linhas arquitetônicas de igrejas francesas, a Paróquia de São Domingos foi inaugurada em 1952, com o nome de Capela de Nossa Senhora do Rosário e só recebeu o atual nome 16 anos mais tarde.
No interior da paróquia existem 15 vitrais que juntos formam um rosário, representado por cinco mistérios gozosos, cinco dolorosos e cinco gloriosos. No fundo o destaque é o mosaico de São Domingos de Gusmão recebendo o rosário de Maria.

Endereço: Rua Padre Henry Mothon, 10.
Telefone: (35) 3721-2257

Santuário Nossa Senhora de Fátima
O Santuário de Nossa Senhora de Fátima foi erguido pelos portugueses em 1953. Em estilo moderno, é revestido de pedra e mármore. A imagem de Nossa Senhora , que é o centro das atenções na igreja, foi esculpida em madeira e veio de Portugal.
Endereço: Alameda dos Capuchinhos, s/n
Telefone: (35) 3721-2662

Santuário Mãe Rainha
O Santuário Fonte de Vida Nova foi inaugurado no dia 17 de setembro de 2000. O nome vem do fato da cidade ter água sulfurosa, belíssimas flores, ligada à vida.
Fica no Km 8 da Rodovia do Contorno numa área rural de 5,5 hectares. É o primeiro de Minas Gerais e consolida o turismo religioso de Poços de Caldas.
Endereço: Estrada Vicinal Padre José Kentenich, Km 4 – s/n
Telefone: (35) 3697-2306

Igreja Metodista
A Igreja Metodista de Poços de Caldas foi a segunda igreja a se firmar na cidade, fundada em 1906. A Igreja é a principal expoente do Metodismo, religião de fé cristã protestante, no Brasil. O metodismo é de origem Anglo-Americana, organizado pelo reverendo inglês John Wesley que enfatizou o estudo metódico da Bíblia, e busca a relação pessoal entre o indivíduo e Deus. Endereço: Rua São Paulo, 302
Telefone: (35) 3714-3815

Todas as igrejas a seguir são bem culturais tombados.

Igreja Matriz Nossa Senhora da Saúde
Construída na Praça Monsenhor Faria de Castro, área onde anteriormente se localizava o Cemitério Municipal, a antiga Matriz começou a funcionar em 21 de setembro de 1913, após bênção inaugural.

Posteriormente foram concluídos o coro, os capitéis das colunas, a pintura do teto e o reboco das paredes externas. A fachada e a torre foram concluídas em 1915. Mais tarde foram construídas as capelas laterais, por Otto Piffer.

A antiga Matriz foi inaugurada oficialmente em 7 de setembro de 1920. Pequena para abrigar os fiéis, a igreja foi demolida e em 25 de julho de 1937, o Monsenhor Faria de Castro iniciou a construção da atual Basílica. O novo templo foi inspirado numa igreja, da cidade de Dieppe, na França e atrai a atenção dos visitantes pela sua austera simplicidade.
Endereço: Praça Monsenhor Faria de Castro, s/n
Telefone: (35) 3721-2357

Igreja de Santo Antônio (Bom Jesus da Cana Verde)
A Igreja de Santo Antônio foi construída em pau-a-pique e foi a primeira de Poços.
A torre foi executada em 1887 e a sacristia em 1905. Sob a invocação de Nossa Senhora da Saúde, serviu de Matriz até 21 de setembro de 1913.
Endereço: Rua São Paulo, s/n
Telefone: (35) 3721-2357

Igreja de São Sebastião
A Igreja de São Sebastião foi construída em 1938 como paróquia. A partir de 1946 passou a ser administrada pelo Padre Oblatos. O terreno foi doado por Sebastião da Gama Cruz aos moradores da Vila Cruz que então construíram a igreja, a qual teve significativa influência no desenvolvimento do bairro.
O edifício apresentou posteriormente problemas nas paredes que foram “mal-prumadas” sendo revestidas então, com uma massa de reboco grosso que alterou suas características originais. Com a construção da nova igreja ficou desativada por vários anos. Em 2009 passou por revitalização e foi reaberta aos fiéis.
Endereço: Rua Nico Duarte, 640 – Praça Paulo Afonso Junqueira.
Telefone: (35) 3714-2010

Igreja Dom Bosco
Construída no final da década de 30, a Igreja Dom Bosco apresenta partido retangular e fachada dominada por grande porta neoclássica, de madeira, em arco pleno e torre sineira.
Endereço: R. Coronel Virgílio Silva, 2071
Telefone: (35) 3697-2306

Capela de Santa Cruz
No ano de 1895, Fernandes José Lopes pediu autorização para erigir uma igreja dedicada à Santa Cruz no morro onde, tradicionalmente, havia peregrinações religiosas. Originalmente, apresentava torre sineira em madeira, do seu lado esquerdo e uma escadaria, à sua frente, hoje desativadas.
Em 1919, Felipe Maraschi, auxiliado por doações de banhistas, reconstruiu a capela, que foi inaugurada a 18 de setembro do mesmo ano. Em estilo eclético, evoca uma ermida de Via Sacra.
O prédio da Capela de Santa Cruz seguiu uma tradição mineira e marcou o início de uma das mais significativas festas religiosas da história do município: a Festa de Santa Cruz, celebrada a três de maio pela Igreja Católica, mais tarde integrada à tradicional Festa de São Benedito. Revitalizada em novembro de 1987, passou por intervenções posteriores.
Endereço: Rua Cirilo Silva, s/n
Telefone: (35) 3721-2662

Museus

Museu Histórico Geográfico de Poços de Caldas
O prédio onde está localizado o museu foi construído no final do século XIX para residência de Martinico Prado Júnior,

O edifício foi comprado pelo Major Joaquim Bernardes, o fundador da cidade, torna-se a residência dos Junqueira durante as duas primeiras décadas deste século.

Nos anos 40 se transforma em hospedaria, nos 60 em escola. O Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas foi inaugurado em 1972 em comemoração ao centenário da cidade, funcionando no Country Club.

O acervo compreende: – Quadros a óleo ou aquarelas: mostrando personagens e aspectos antigos da cidade, pintados pelos principais artistas poços-caldenses como Bruno Felisberti, De Luisi, Benedito Luisi, Aldo Stoppa, Pantaleão Stanziola, Edilson Barbosa, Nackle Curi, Gonçalves Barbosa e outros; – Coleção e porcelanas inglesas e francesas do inicio do século XX; – Moedas e papeis moeda do Brasil Império e República até nossos dias; –

Acervo fotográfico construído por mais de 4000 fotografias de personagens e visitas da cidade, desde 1880; – Hemeroteca composta por jornais de Poços de Caldas, desde 1898 até os dias atuais; – Vestimentas antigas, peças de toalete: chapéus e leques, assim como objetos de prata usados nas residências (talheres, fruteiras, poncheiras, e outros); – Armas Brancas (punhais, espadas) e de fogo (espingardas), e outras; – Objetos de uso caseiro e artesanato folclórico. –

Exposição Permanente: Rochas e Minérios do Planalto de Poços de Caldas

Endereço: Rua Padre Henry Mothon, s/n.
Telefone: (35) 3697-2197

Memorial Padre Carlos
O Memorial Padre Carlos foi criado em 2003 com o objetivo de resgatar a memória da Escola Profissional Dom Bosco e de seus fundadores.
Possui acervos de documentação fotográfica, textual, objetos e relatos orais. Esses acervos são preservados e disponibilizados para pesquisas.
No Memorial é realizada, ainda, a Ação Educativa que visa a interação dos visitantes no universo museológico, através de atividades lúdicas que possam valorizar e enriquecer culturalmente todos os envolvidos.

A Casa Museu, antes pertencente a co-fundadora da Escola Profissional Do Bosco, fica ambientada para visitação e, durante todo o ano, expõe seu acervo através de exposições temporárias.

Os acervos do Museu, depois de catalogados e conservados, são guardados e disponibilizados para consultas e pesquisas de educandos e da comunidade.
Endereço: Av José Remígio Prézia, 911, Bairro Santana.
Telefone: (35) 3729-0008

Museu do termalismo Dr. Aristides de Mello e Souza
O Museu do Termalismo Dr. Aristides de Mello e Souza está localizado em uma das salas das Thermas Antônio Carlos, juntamente com a biblioteca. Foi inaugurado durante as comemorações dos 60 anos do balneário, em 1991.

A exposição é composta por objetos antigos que eram utilizados para tratamentos crenoterápicos e fisioterápicos, de propriedade das Thermas Antônio Carlos, além de peças doadas por terceiros. O museu é o único neste segmento conhecido no Brasil.
Endereço: Praça Pedro Sanches, s/n.
Telefone: (35) 3697-2317

Espaço Cultural da Urca
O antigo Cassino da Urca, inaugurado em 1942, foi uma das mais importantes casas de jogos do país, recebendo em seus espaços de arquitetura marcante os mais renomados artistas daquela época. Com amplos salões com pisos em tacos de madeira, provavelmente em ipê e marfim. Apresenta jogo de telhados que forma volumetria destacada. Esquadrias em madeira, em grandes vãos e repetições simétricas.

Apresenta sancas em gesso com iluminação embutida, nos tetos dos salões norte e sul, bem como no hall da recepção. Varandas circundam o edifício com arcos nos vãos. Com a proibição do jogo, o edifício passou a ser ocupado para usos diversos.

Na década de 60, abrigou a primeira faculdade de Poços de Caldas; na década de 70, transformou-se no centro Administrativo Municipal e, em meados dos anos 80 firmou sua utilização como espaço cultural, sediando as atividades do Conservatório Musical, do Teatro Municipal Benigno Gaiga e do Salão de Artes Bruno Filisberti. Esta utilização se consolida a partir da conclusão da obra de restauro realizada em 1996, adaptação e revitalização, vindo a abrigar em caráter definitivo Espaço Cultural da Urca.
Endereço: Praça Getúlio Vargas, s/n
Telefone: (35) 3697-2391

Instituto Moreira Salles
Fundado por Walther Moreira Salles (1912-2001) e mantido pelo Unibanco, o Instituto Moreira Salles é uma entidade civil sem fins lucrativos, criada em 1990, que tem por finalidade exclusiva a promoção e o desenvolvimento de programas culturais. Atua nas áreas de fotografia, literatura, cinema, artes plásticas e música brasileira.

Primeiro centro cultural do Instituto Moreira Salles, o IMS-Poços de Caldas foi aberto em agosto de 1992. É constituído por um moderno pavilhão, com mais de 1.000 m2 de área expositiva, e pelo Chalé Cristiano Osório, imóvel centenário de grande valor histórico, que foi inteiramente restaurado e abriga exposição permanente sobre a história da cidade, além de uma cafeteria.
Endereço: Rua Teresópolis, 90. Jardim dos Estados
Telefone: (35) 3722-2776

Comente e Compartilhe!

Veja mais notícias de Turismo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome