Enem 2020: inscrições podem ser feitas até o dia 22 de maio

Enem
Foto ilustrativa.

Esta edição contará com duas modalidades de provas: impressas com aplicação presencial, e digitais, que serão feitas online.

As inscrições para a edição deste ano do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem podem ser feitas até o dia 22 de maio, pelo site do Inep, neste link. Esta edição contará com duas modalidades de provas: impressas com aplicação presencial, e digitais, que serão feitas online.

O participante que optar por fazer o Enem impresso não poderá se inscrever na edição digital e, após concluir o processo, não poderá alterar sua opção. O número de vagas para a modalidade digital é limitado, pois terá aplicação-piloto em 99 cidades distribuídas em todos os estados e no Distrito Federal. As opções de cidades estão disponíveis no site do Inep.

A estrutura dos dois exames será a mesma. Serão aplicadas quatro provas objetivas, constituídas por 45 questões cada, e uma redação em língua portuguesa. Durante o processo de inscrição, o participante deverá selecionar uma opção de língua estrangeira – inglês ou espanhol.

Neste ano, será obrigatória a inclusão de uma foto atual do participante no sistema de inscrição, que deverá ser utilizada para procedimento de identificação no momento da prova.

Taxa de inscrição e isenção

O valor da taxa de inscrição é de R$ 85 e deverá ser pago até 28 de maio. Por causa das restrições provocadas pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), quem tem direito à isenção do pagamento da taxa de inscrição, conforme critérios previstos no edital, terá gratuidade, mesmo sem o pedido formal.

Adaptações e Nome Social

Para os candidatos que precisam de adaptações, como pessoas com deficiência ou lactantes, a solicitação deve ser feita também até 22 de maio.

Entre 25 de maio e 12 de junho, será possível fazer a solicitação de atendimento pelo nome social – caso o participante transexual prefira não ser chamado pelo nome do registro civil.

Local de prova

cartão de confirmação será disponibilizado só em outubro, ainda sem um dia específico. Ele traz um resumo das principais informações: número de inscrição; data, hora e local das provas; dados sobre atendimento especializado (se solicitado); e opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol).

Provas Presenciais

Datas: 1º e 8 de novembro

1º de novembro

  • 45 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias
  • 45 questões de ciências humanas e suas tecnologias
  • redação
  • duração: 5h30

8 de novembro

  • 45 questões de ciências da natureza e suas tecnologias
  • 45 questões de de matemática e suas tecnologias
  • duração: 5h

Provas Online

Datas: 22 e 29 de novembro.

22 de novembro

  • 45 questões denlinguagens, códigos e suas tecnologias
  • 45 questões de ciências humanas e suas tecnologias
  • redação (em papel)
  • duração de 5h30

29 de novembro

  • 45 questões de ciências da natureza e suas tecnologias
  • 45 questões de matemática e suas tecnologias
  • duração: 5h

Cronograma do Enem

  • Pagamento da taxa de inscrição: 11 a 28 de maio
  • Inscrições: 11 a 22 de maio
  • Solicitação de atendimento especializado do Enem impresso: 11 a 22 de maio
  • Solicitação para tratamento pelo nome social: 25 de maio a 1 de junho
  • Divulgação do cartão de confirmação da inscrição, com os locais de prova: A definir data em outubro
  • Provas presenciais: 1 e 8 de novembro
  • Gabarito e divulgação dos cadernos de questões: 11 de novembro
  • Provas Online: 22 e 29 de novembro
  • Divulgação do gabarito do Enem digital: 2 de dezembro
  • Resultado individual: janeiro de 2021

Adiamento

Mesmo diante de pedidos para o adiamento das provas, por causa da pandemia do novo coronavírus, o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, afirmou que as datas estão mantidas por enquanto.

“Por enquanto as datas estão mantidas, a gente vai fazer as etapas preparatórias, nós estamos cumprindo as etapas. Agora, com o tempo vamos avaliar, não dá para fazer previsão para o que vai acontecer daqui a 2 ou 3 meses. As etapas necessárias nós estamos cumprindo”, disse Alexandre Lopes, presidente do Inep em entrevista ao G1.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome