Motorista de aplicativo é preso por comunicação falsa de crime

motorista de uber

O motorista de aplicativo, de 43 anos, foi preso por falsa comunicação de crime e entregue na delegacia de plantão para as devidas providências.

Nesse domingo (16) por volta das 19hs, a Polícia Militar foi acionada na Praça Tamandaré em Varginha onde um motorista de aplicativo teria sido abordado por dois indivíduos num posto de combustíveis, deslocando até sua casa no bairro Sagrado Coração momento em que teria obrigado a pegar certa quantia em dinheiro com sua esposa, sendo que os autores o esperariam na porta de casa.

O motorista após pegar o dinheiro, adentrou no carro que já estaria de posse dos indivíduos e então deslocaram até um posto de combustíveis na Avenida dos Imigrantes, onde teria sido ameaçado e os autores teriam quebrado o seu aparelho celular.

Diante dos fatos, além da viatura policial que deslocou para atender a ocorrência, varias outras deslocaram para o rastreamento e após intensa conversa, a equipe policial notou que ele entrou em contradição, acabando por confessar que estava mentindo.

Ele, agora autor de 43 anos, foi então preso por falsa comunicação de crime e entregue na delegacia de plantão para as devidas providências.

É preciso lembrar que este tipo de situação prejudica muito o planejamento do policiamento que é feito sob dados estatísticos e essa atitude é crime, capitulada no Código Penal com pena de detenção, mas se for confirmada falsidade ideológica, com o registro de boletim de ocorrência, a pena pode subir para de 01 a 05 anos.

# motorista de aplicativo

Informações: 24º BPM

Curta o Varginha Digital no Facebook e no Instagram
Voltar para a Página Inicial

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome