Prefeitura declara situação de emergência em Varginha. Veja o que vai parar na cidade

voletiva verdi situação de emergência em varginha

O Prefeito em exercício Vérdi Lúcio Melo declarou situação de emergência na cidade em uma entrevista coletiva na Prefeitura de Varginha nesta terça-feira (17)

O prefeito em exercício Vérdi Lúcio Melo editou decreto em que declara situação de emergência na área da Saúde em Varginha.

O decreto tem duração de seis meses e permite, entre outros pontos, compras e contratação de serviços relativos à prevenção do coronavírus sem licitação.

Até o momento Varginha é a cidade com mais casos suspeitos de infecção pelo novo Coronavírus, com 14 casos registrados aguardando resultado dos testes.

Eventos com até 50 pessoas serão permitidos, alguns servidores serão liberados e as aulas estão suspensas nas escolas municipais.

Isso facilita e muito a ação do Município nesse momento grave que vivemos, da possibilidade de uma pandemia do coronavírus. Poderemos rapidamente comprar equipamentos, principalmente para a UPA, além de insumos para o atendimento”, disse Vérdi. O anúncio foi feito durante entrevista coletiva no final da tarde, no gabinete do prefeito.

Veja como ficará outros serviços

Hospital e UPA: atendimentos serão destinados à UPA e ao Hospital Bom Pastor. Atendimentos que não são urgência estão sendo reduzidos no Bom Pastor;

Shows e eventos: ficam proibidos eventos com mais de 50 pessoas. As casas de shows que descumprirem a norma, serão multados;

Transporte coletivo: o prefeito em exercício disse que não deve haver problemas nos ônibus da Autotrans, já que alunos da rede pública não estarão usando o transporte público, diminuindo o número de passageiros. A recomendação é ter uma distância de 1,5 a 2 metros de uma pessoa para outra. “Caso o fluxo de passageiros continue grande, vamos conversar com a concessionária para planejar uma ação emergencial, quem sabe colocando mais carros para atender a população”;

Casos suspeitos: até hoje (18/3) há 14 casos suspeitos. Vérdi garantiu que não há nenhum caso positivo em Varginha;

Aulas na rede municipal (escolas e creches): ficam suspensas de 19/3 a 3 de abril (o prazo pode ser prorrogado de acordo com a situação no próximo mês). Os servidores ficam liberados e as aulas serão compensadas depois;

Servidores municipais: funcionários da Saúde vão usar equipamentos de proteção individual (máscara, álcool em gel etc.). Servidores com mais de 60 anos poderão trabalhar em casa, em acordo com o secretário. Servidores que atuam em locais onde haja contágio com o coronavírus, ficarão afastados de suas atividades de 7 a 14 dias. Cada secretário vai decidir a necessidade de remanejar servidores;

Parques municipais: ficam fechados por 15 dias.

Com informações do Blog do Madeira

Veja também

Curta o Varginha Digital no Facebook e no Instagram
Voltar para a Página Inicial

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome