Circo Mundo Encantado pede ajuda para voltar para Taubaté

Circo Mundo Encantado
Foto: Varginha 24H

A equipe do Circo Mundo Encantado está há cinco meses sem bilheteria e contando com a ajuda da população varginhense.

Há cinco meses sem bilheteria, a equipe do Circo Mundo Encantado foi pega de surpresa pela pandemia causada pelo coronavírus, e obrigada a ficar em Varginha. Agora eles querem voltar para Taubaté (SP), mas precisam de combustível para abastecer os trailers e carretas

Por isso, o circo criou uma Vakinha virtual, que pode ser acessada neste link.

 A equipe do Circo Mundo Encantado é formada por uma família circense que vive exclusivamente do circo e da bilheteria. Hoje são 12 pessoas em Varginha. Quando a quarentena iniciou eles tinham acabado de estrear seu espetáculo no estacionamento do Via Café Garden Shopping. Ficaram no local por 4 meses, mas tiveram que sair e hoje estão no Parque de Exposição.

Durante este período foram ajudados pela população de Varginha com cestas básicas, produtos de higiene e medicamentos.

Dificuldades começaram em outubro

De acordo com Erli, as dificuldades começaram em outubro, quando iriam estrear em Ubá (MG). No dia 25, uma chuva, com granizo e ventos de 138 km por hora, destruiu a lona usada para o espetáculo. “Era estreia e o temporal começou 19h20, as 19h23 tudo estava no chão. Temos um seguro, mas não cobre força da natureza”, explicou Erli Miranda, representante legal do circo, para o Varginha Digital.

Foto: Arquivo pessoal

Desde outubro o circo pegou muita chuva. Iriam para Campos do Jordão em abril, mas não conseguiram. “Varginha ia ser o nosso recomeço, no dia 13 de março”, ressalta Erli.

O circo ainda tentou fazer apresentação no esquema de drive-in no Parque de Exposições, com todo mundo dentro dos carros, mas não teve público. “Aí paramos e desmontamos tudo, agora estamos tentando voltar para Taubaté, para parar e guardar o material. Será muito difícil voltar com as apresentações este ano, pois as pessoas têm medo de ir, mesmo com distanciamento e medidas de segurança”, completa Erli.

De acordo com Erli a ideia é, chegando em Taubaté, tentar vender bolas e biscoitos de polvilho nas cidades vizinhas para gerar renda.

Quem quiser e puder doando medicamentos, material de limpeza e produtos de higiene, pode entrar em contato pelos telefones
📱 (35) 99249-2802
📱(35 )99854-7623

No momento eles estão precisando dos remédios Puran 125 mg, anticoncepcional Iume (24 comprimidos) para duas pessoas, Benicar Anlo 20/5 mg, Alprazolam 2mg, Omeprazol de 20 mg, Dipirona, Dorflex, Buscopan composto, Omengan3 1000 mgm.

#correntedobem


whatsapp varginha digital noticias

Veja também

Siga-nos nas Redes Sociais

Novos Caminhos: plataforma oferecerá curso de especialização para professores
logo varginha digital

Varginha Digital
Notícias de Varginha e região direto no seu celular.
Informação com credibilidade, Varginha em um clique!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome