São Thomé das Letras – A cidade das pedras

São Thomé das Letras é conhecida por seu misticismo, suas lendas e principalmente por suas belezas naturais.

Cercada por lindas cachoeiras e grutas São Thomé das Letras recebe milhares de visitantes todos os anos. São Thomé também é chamada de Cidade Mística, pois acredita-se que nela há um ponto energético muito forte, que atrai espiritualistas, místicos e também amantes da natureza de todos os lugares.

Quem chega a São Tomé das Letras é logo envolvido por um clima místico e um estilo alternativo. A cidade, que é quase toda feita de pedra, reúne pessoas vestidas com a moda hippie e moradores com “causos” diferentes e que despertam a curiosidade dos turistas.

Localização

A cidade está localizada a 78 km de Varginha, 315 km de Belo Horizonte e a 350 km de São Paulo. Sua altitude é de 1.440 metros.

Um pouco da História de São Thomé das Letras

O nome da cidade tem origem em uma lenda antiga. Um escravo certa vez fugiu da propriedade do Barão de Alfenas e se instalou numa gruta. Na gruta ele teria encontrado uma estátua de São Thomé junto a uma carta de escrita perfeita. O escravo levou a carta ao seu dono que, impressionado com o ocorrido, lhe concedeu a carta de alforria e ordenou que fosse construída uma igreja ao lado desta gruta.
O povoamento de São Thomé das Letras começou em 1770, quando teve início a construção da capela de São Thomé, por causa dessa misteriosa aparição do santo ao escravo na gruta localizada no centro da cidade. Durante as obras de construção da Igreja, foram encontradas diversas pinturas em tom avermelhado na entrada da gruta. Acreditava-se que estas marcas foram deixadas pelo santo, como prova de sua aparição.
Historiadores atribuem essas pinturas aos índios Cataguases, antigos habitantes da região. Outras pessoas preferem acreditar que as pinturas foram feitas por seres extraterrestres. O nome “São Thomé das Letras” partiu da existência dessas inscrições encontradas na Gruta.

Gruta de São Thomé

A gruta onde teria aparecido São Thomé é um dos pontos mais visitados da cidade, fica ao lado da Igreja Matriz, dentro dela é possível ver uma imagem de São Thomé.
Os visitantes também têm acesso a uma escada na lateral que da acesso ao topo da gruta, a visão da cidade é linda vista deste ponto.

Igreja Matriz

Igreja Matriz
A Igreja Matriz foi finalizada em 1785, as pinturas internas da igreja são do estilo barroco, com paredes e pinturas revestidas em ouro. O trabalho artístico é atribuído a Joaquim José Natividade, discípulo de Aleijadinho.

Cruzeiro

O Cruzeiro de São Tomé tem aproximadamente 4m de altura, todo construído em madeira, está no ponto mais alto da cidade, próximo da Casa da Pirâmide, faz parte do Parque Municipal Antônio Rosa e trata-se de um dos atrativos mais populares e visitados de São Thomé das Letras.

Pirâmide

A Casa da Pirâmide é um dos pontos mais bonitos de São Thomé, parada obrigatória para assistir o por do sol e ter uma visão 360º da cidade. Normalmente lotada aos fins de tarde, sempre tem algum violão rolando para marcar o momento e muitas palmas na hora do pôr do sol.

Tirolesa

Uma nova atração da cidade de São Thomé é a Tirolesa Pôr do Sol. São 580 metros de comprimento e 95 metros de altura. O tempo de descida é de aproximadamente 1 minuto, ao chegar la embaixo há um transporte para trazer as pessoas de volta. A tirolesa é uma diversão pra todas as idades e respeita todas as normas de segurança. Uma vista perfeita com uma paisagem linda. Uma ótima opção pra quem curte aventura.

Mirante

O mirante fica em um dos pontos mais altos da cidade, de lá é possível ter uma visão privilegiada da Pirâmide, do Cruzeiro e da cidade. Uma paisagem inesquecível!

Pedra da Bruxa

A Pedra da Bruxa, uma formação rochosa que parece o rosto de uma bruxa.

Igreja do Rosário

A Igreja Nossa Senhora do Rosário fica logo na entrada de São Thomé, próximo a Rodoviária. A igreja foi construída toda de pedra sem ajuda de argamassa ou cimento, por escravos no século 18. A Igreja ficou durante muitos anos inacabada, tendo sido aberta ao público em 1995. Apesar de não abrigar nenhuma obra de arte em seu interior, ela é de grande beleza e tem a cara de São Thomé das Letras, pois sua fachada é toda feita por quartzito sobrepostos.

Ruas de Pedras

Não dá pra deixar de falar das ruas da cidade, aliás, construções e ruas de pedra são a marca registrada de São Thomé. Ao sair pelas ruas de São Thomé os visitantes se deparam com muitas casas feitas de pedra além de muitas pinturas com magos, gnomos e ETs.

Ladeira do Amendoim

A ladeira do Amendoim é sem dúvida um dos pontos turísticos mais curioso em São Thomé, lá se você deixar o carro em ponto morto, ele sobe ao invés de descer, como aconteceria normalmente. O carro é puxado para cima e isso é incrível. Não dá para acreditar! Fica no Caminho para a Gruta do Carimbado.

Gruta do Carimbado (Travessia para Machu Picchu?)

Uma das lendas mais famosas de São Thomé envolve este lugar. Alguns acreditam que esta gruta serve como travessia até a cidade Machu Picchu, a Cidade Sagrada dos Incas, que fica no Peru, a mais de 3 mil quilômetros de distância. Várias expedições foram feitas a fim de tentar descobrir até onde iria a gruta, entretanto, por conta do ar rarefeito, das altas temperaturas e de outros obstáculos, foi impossível continuar.

Ventania 

“Só para loucos, caretas não!”. Essa é uma das letras de maior sucesso do Ventania, morador da cidade de São Thomé das Letras. O Ventania faz shows por todo o Brasil, é uma pessoa muito querida por todos e muito atencioso com os turistas, normalmente você o encontra pelas ruas de São Thomé.

Cachoeiras

As cachoeiras em São Thomé das Letras são lindas, muito visitadas pelos turistas, entre as cachoeiras mais visitadas estão: Vale das Borboletas, Cachoeira da Lua, Cachoeira do Flávio, Eubiose e Véu da Noiva.

Vale das Borboletas

A aproximadamente 1,5 km do portal de entrada da cidade está a entrada (à esquerda) para a Cachoeira Vale das Borboletas. Lá o visitante encontra lugar para estacionar e também dois restaurantes.

Cachoeira da Eubiose

Seguindo pela estrada próximo ao Camping do Jhonny, um pouco mais à frente está a entrada para a Cachoeira da Eubiose. Do lado direito da estrada de terra, há um lugar para estacionar. Do lado esquerdo é a trilha, que é tranquila e tem uns 500 metros. A cachoeira forma uma piscina rasa e tranquila.

Cachoeira da Lua

Localizada à 7 km do centro de São Thomé. Saindo pela estrada de terra em direção a Baependi, em dois quilômetros você verá à sua esquerda uma placa do Camping do Jhonny, que também é a entrada para o distrito de Sobradinho. Pegue essa entrada. Mais uns cinco quilômetros e você chega à Cachoeira da Lua. Há um barzinho e muitos artesãos locais vendendo filtro dos sonhos. Essa cachoeira é conhecida por refletir a lua cheia, provocando um lindo reflexo. Como o poço é fundo, o pessoal se pendura em uma corda e vai que nem Tarzan, até se jogar na água.

Cachoeira da Chuva

Continuando pela estrada onde está a Cachoeira da Lua, você vai chegar a um trevo. À direita, vamos para Cruzília. À esquerda, para Sobradinho. Siga pela esquerda e em seis quilômetros, chegaremos aos distrito. Dois quilômetros mais, em direção a Luminárias, chegaremos à Cachoeira da Chuva. Do lugar onde se para o carro, são mais 15 minutos de caminhada. Dizem ser linda, pois sua queda parece mesmo uma chuva, e ótima para banho.

Cachoeira do Flávio

Seguindo por mais três quilômetros após a cachoeira Eubiose, chegamos à Cachoeira do Flávio, que também é bem tranquila e rasa. Alguns ambulantes ficam na área de estacionamento. Temos que descer um pequeno barranco de uns 50 metros.

Cachoeira Véu de Noiva

Continuando pela mesma estrada da Cachoeira do Flávio e você chegará à entrada do Véu de Noiva. A estrada fica um pouco mais larga, então dá para estacionar ali. Tem um barzinho que vende água, pipoca doce e refrigerante.

São tantas cachoeiras que é preciso ficar vários dias na cidade para poder conhecer todas.

Lembrando aos visitantes que é proibido fazer churrasco nas cachoeiras e recolher plantas dos locais. E não se esqueça de recolher seu lixo após as visitas. A cidade e a natureza agradecem!

Sobradinho

O povoado de Sobradinho, um distrito da cidade de São Thomé das Letras, fica localizado a aproximadamente 15 km do centro da cidade e é passeio obrigatório para os viajantes na região. Com grutas, corredeiras, riachos, piscinas naturais, poços e paisagens. Vale a pena conhecer este local lindo e desfrutar de dos encantos que Sobradinho oferece.

Gruta de Sobradinho

A Gruta do Sobradinho faz parte do complexo turístico que é formado pelo Bar da Gruta e Cachoeira do Sobradinho. A Gruta é uma formação arenítica e possui cerca de 100m de extensão, com 6m de altura e 3 metros de largura, variando no seu interior, onde existem pequenos lagos, saindo numa bela corredeira com maravilhosas piscinas formadas pelo rio. Para atravessar a gruta é necessário uma boa lanterna, que pode ser alugada no bar que fica próximo à gruta. A passagem pela gruta é fácil, mas prepare-se para se molhar um pouco. A saída é na Cachoeira de Sobradinho.

Cachoeira de Sobradinho

No distrito de Sobradinho, com duas lindas quedas d’água formando várias piscinas naturais, com uma linda gruta de cerca de 150m. As cachoeiras possuem de 6 metros de queda d’água, com vários poços de água clara, diversos poços que se formam entre as pedras na saída da gruta, de acordo com o volume de água. Localiza-se numa área de mata verde, cheia de flores e borboletas. Em determinadas épocas do ano é possível avistar dezenas de tipos de borboletas.

Pico do Gavião

É o ponto mais alto do município de São Thomé o Pico do Gavião, no distrito de Sobradinho, com aproximadamente cerca de 1.430 metros de altitude. Representa um atrativo turísticos da cidade, o Pico do Gavião, que oferece uma visão maravilhosa da região. No inicio do Pico do Gavião existe o famoso “cemitério esotérico”, uma região plana que recebe esse nome devido ao formato das pedras que lembram lápides de cemitérios.

Festas Tradicionais de São Thomé das Letras

Durante o ano acontecem vários eventos na cidade, entre eles a Festa da Colheita (Agosto), Halloween (31 de Outubro) e a Semana Santa, são as datas preferidas dos turistas. Se você gosta mais de sossego indicamos que visitem a cidade em dias normais fora de temporadas de feriados, além de aproveitar melhor as belezas da cidade e a tranquilidade vão encontrar preços melhores.

Artesanato

Na cidade existe várias lojas e artesões expondo artesanatos pelas ruas. Dificilmente o turista volta sem alguma lembrancinha da cidade. Vale a pena tirar um tempo para conferir.

Visitem São Thomé das Letras.

Veja mais em Turismo

Comente e Compartilhe

3 COMENTÁRIOS

    • Obrigado pela correção. O Pico do Gavião fica entre São Thomé das Letras e Luminárias, mas você tem razão, oficialmente é em Luminárias, mas também é considerado um ponto turístico de São Thomé, por isso resolvemos deixar na matéria. Por falar em Luminárias, é uma bela cidade, daria uma boa matéria para a coluna né!? Abraço.

      • Se oficialmente é em Luminárias, vai deixar a informação errada? É como se por exemplo falasse que o ET apareceu em Três Corações ou Três Pontas. Lamentável a postura do site em manter errada essa informação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome