Fundação Cultural exibe filme Jeca Tatu na Estação da Cidadania

filme Jeca Tatu
Publicidade

O filme “Jeca Tatu” será exibido para pessoas da Melhor Idade, quarta-feira (21/08), às 14h, no teatro da Estação da Cidadania no bairro Jardim Estrela.

Lançado há 60 anos e com grande sucesso até os dias atuais, o filme “Jeca Tatu” será exibido para dezenas de pessoas da Melhor Idade nesta quarta-feira (21/08), às 14h, no teatro da Estação da Cidadania (antiga PEC), no bairro Jardim Estrela.

A comédia estrelada por Mazzaropi é baseada no personagem Jeca Tatu, de Monteiro Lobato.

A exibição será feita pela Prefeitura de Varginha, por meio da Fundação Cultural, e contará com os idosos atendidos pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e pelo Centro de Convivência do Idoso (CCI).

De acordo com o diretor-superintendente da Fundação Cultural, Lindon Lopes, “estamos promovendo ações na Estação da Cidadania para os mais diversos públicos.

Publicidade

Na semana passada, dezenas de crianças se divertiram com uma peça infantil e agora é a vez da Melhor Idade. Estamos descentralizando a arte e a cultura e oferecendo atividades para todos”.

Maior cômico do cinema brasileiro

Amácio Mazzaropi, o ator e diretor imortalizou seu nome em mais de 30 filmes que ainda hoje fazem sucesso.

Ele nasceu em São Paulo, em 9 de abril de 1912, mas foram suas temporadas na casa do avô materno, em Tremembé (interior do estado), que deram a ele o gosto pela vida no campo.

Mais tarde, essa vivência seria a inspiração para a série de filmes cômicos do caipira que carrega seu sobrenome.

O ator iniciou sua carreira como ator, aos 20 anos de idade, na montagem chamada A herança do Padre.

Em 1935, ele viajou com sua companhia de teatro, a Troupe Mazzoropi, em uma turnê que durou os 10 anos seguintes.

O artista estrelou o programa Rancho Alegre, que na década de 1940 ia ao ar todos os domingos na extinta Rádio Tupi. A encenação ganhou as telas da também extinta TV Tupi, em 1950.

Em 1952, Mazzaropi iniciaria sua carreira no cinema, arte que o tornaria reconhecido e lembrando.

Seu primeiro filme, Sai da Frente, foi rodado naquele ano, e três anos mais tarde ele vendeu sua casa para criar a produtora Produções Amácio Mazzaropi (PAM Filmes). A partir de então, passa a produzir, dirigir e atuar em seus próprios filmes, que foram distribuídos para todo o Brasil.

Com informações da Empresa Brasil de Comunicação

Voltar para a Página Inicial | Curta o Varginha Digital no Facebook

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome