Raimundo Andrade é a atração de hoje no Festival Vento Sul

Festival vento Sul Raimundo Andrade
Publicidade

No show autoral “Sol Vermelho”, inédito com as canções preferidas de Raimundo Andrade no Festival Vento Sul desta terça.

A 1ª edição do Festival Vento Sul, apresenta nesta terça, dia 01/6, às 20h, show do conhecido cantor e compositor Raimundo Andrade, no seu mais novo show “Sol vermelho”, com uma seleção de suas composições favoritas, transmitido diretamente de uma cozinha caipira, ao lado do fogão à lenha.

Para acessar o link do show, basta ir no perfil da RB Produções no Instagram (@rbproducoesvga) ou diretamente no link do artista no Youtube: https://youtu.be/7J9dM7aLSik.

Publicidade

Segundo Raimundo, o show será bem descontraído mostrando os melhores momentos de suas composições. “Desta vez vou de voz e violão, não só evitando aglomerações e respeitando o distanciamento, mas mostrando o que eu mais gosto de fazer, que é cantar minhas canções com meu inseparável violão. É uma satisfação enorme participar do festival Vento Sul, que sem dúvida, já marcou história na cultura da região”. Comentou Raimundo.

Raimundo Andrade é cantor e compositor, nascido em Pouso Alegre e residente em Varginha. Estudou nos Conservatórios de Música de Pouso Alegre e Varginha. Conquistou diversos festivais com as músicas Benedito e Zóio d’água, como o Viola de todos os Cantos, da EPTV/GLOBO, Festival Nacional da Canção de Boa Esperança e Festival Marolo de Ouro, de Paraguaçu. Participou da gravação do filme Falsete, sobre os compositores do sul de Minas e fez alguns shows derivados desse filme, como “Vozes do interior”, no Palácio das Artes, em BH.

VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO 1º FESTIVAL VENTO SUL

Todos os shows serão às 20h

  1. 27/mai (quinta): Raphael Wagner
    Guitar live show. Solos autorais e a guitarra vai literalmente “cantar”.
  2. 28/mai (sexta): Lorenzo
    “Vem Me Encontrar no Pôr do Sol”, o primeiro show da nova fase de sua carreira.
  3.  31/mai (segunda): Homil Jr.
    Canções cantadas e instrumentais com releituras de famosos e autorais. Participação especial de Geraldo Aureliano no sax.
  4. 1/jun (terça): Raimundo Andrade
    Show autoral “Sol Vermelho”, inédito e direto de uma cozinha caipira no sítio Coleirinho.
  5. 2/jun (quarta): Grilo à Paisana
    Novo show “gRiLo21”, com aquele rock autoral característico e em português quebrando tudo na pandemia.
  6. 3/jun (quinta): Nita Rodrigues
    Releituras acústicas do rock clássico, folk, blues e country.
  7. 4/jun (sexta): Felipe Silveira e Mateus Megda
    Cultura caipira e temas contemporâneos, com viola e percussão harmonizando um fim de tarde na roça.
  8. 7/jun (segunda): Jota JJ
    Show inédito “Sambinha do JJ”, com canções inéditas e releituras de grandes clássicos.
  9. 8/jun (terça): Claudio Joth Power Trio
    Releituras de MPB e Pop Nacional, com a participação de The Fabricio na bateria e Breno Rocha no baixo.
  10. 9/jun (quarta): Alexandre Braga e Celso Faria
    Duo Braga-Faria: reinventando o repertório brasileiro de flauta e violão
  11. 10/jun (quinta): Estephanie Nascimento
    No show “Música de preto”, releituras de Soul, Jazz, RnB, Hip Hop, Rap, Samba e Reggae.
  12. 11/jun (sexta): Roda de Samba Império da Serrinha
    Novo show inédito: “Tributo aos 100 anos de Dona Ivone Lara”.
  13. 14/jun (segunda): Melancólicas (Tiago Branco, Rachel Mitidiere e Sabrina Biê)
    Um espetáculo Dodecafona!, com canções e poesias autorais.
  14. 15/jun (terça): Valentina Mangiapelo
    Show inédito “Bilhetes de amor em ventos de afeto”.
1º Festival Vento Sul

O FESTIVAL

Com o objetivo de movimentar e gerar renda para a cadeia produtiva da música – uma das mais prejudicadas pela pandemia ocasionada pelo Covid-19 -, além de divulgar a produção artística de Varginha e região para um grande público por meio da internet, o festival recebeu mais de 60 inscrições e selecionou 14 shows virtuais de artistas da cidade e de municípios circunvizinhos no sul de Minas. Cada selecionado receberá um cachê de R$ 2 mil.

Segundo Rosildo Beltrão, idealizador e diretor artístico do festival, a 1ª edição do Vento Sul movimentou uma parcela bem representativa dos artistas e compositores do sul de Minas. Foram mais de 60 grupos inscritos, e juntos dos 14 selecionados certamente dezenas de profissionais estão sendo beneficiados como os cantores e solistas, músicos acompanhantes, produtores, técnicos de estúdio, de som, de luz, de vídeo, além das diversas locações de estúdios de toda região. É muito gratificante ajudar e movimentar a classe artística que há mais de ano teve praticamente todas as atividades interrompidas nesta trágica pandemia que não acaba nunca.

Empolgado com a 1ª edição do Festival, que conta com o apoio cultural da Lei Aldir Blanc no âmbito do estado de Minas Gerais, Rosildo conclui: “e vem mais por aí. Em breve, também lançaremos a 1ª edição do Festival Atravessa. Será um pouco diferente e com uma programação mais robusta, com aproximadamente 30 shows e excelentes condições técnica para as apresentações. Com estes dois projetos, beneficiaremos mais de 100 profissionais de toda a região nesse momento tão delicado. É um alento poder dar a nossa parcela de contribuição para que a música não morra.”

SERVIÇO

Divulgação dos links de exibições  do festival: Instagram (@rbproducoesvga), diretamente pelo linktr.ee/rbproducoes ou nas páginas dos artistas e bandas participantes.
E-mail (canal de dúvidas): [email protected]
Realização: RB Produções & Eventos
Produção: Através – Gestão Cultural
Apoio cultural: Lei Aldir Blanc (Minas Gerais)


Veja também

Siga-nos no Google News

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome