Assista ao vivo a 4ª Conferência Municipal de Cultura em Varginha

Todos os trabalhadores da arte e da cultura de Varginha estão convidados para 4ª Conferência Municipal de Cultura.

A Prefeitura de Varginha, por meio da Fundação Cultural, realiza nesta segunda, 11 de setembro de 2023 a 4ª Conferência Municipal de Cultura. A iniciativa acontecerá das 7h às 18h, no Theatro Capitólio.

Publicidade

Assista ao vivo:

Todos os trabalhadores da arte e da cultura de Varginha estão convidados. Para participar é necessária a inscrição prévia pelo formulário disponível pelo endereço https://forms.gle/9QsQcDSgPgwqPJuV9 ou pelo link abaixo

De acordo com o diretor-superintendente da Fundação Cultural, Marquinho Benfica, a Conferência Municipal de Cultura é dividida em seis eixos de discussão, conforme prevê a regulamentação proposta pelo Governo Federal. “Após as palestras e mesas redondas, os participantes formarão grupos conforme esses eixos para formular propostas para a conferência estadual e haverá a eleição dos delegados que representarão Varginha nas próximas etapas”, destaca o diretor-superintendente.

Confira a programação:

7h – Credenciamento

8h – Abertura com prefeito Vérdi Lúcio Melo, com o diretor-superintendente Marco Aurélio da Costa Benfica e demais autoridades

Publicidade

9h – Palestra Institucionalização, Marcos Legais e Sistema Nacional de Cultura

Palestrante: Platinny Paiva – presidente executivo da AME Cultura

10h – Mesa redonda Diversidade Cultural e Transversalidades de Gênero, Raça e Acessibilidade na Política Cultural

Debatedores:

Publicidade

Everton Wilson Ribeiro (presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial)

Érika Tobias (diretora Ajayô Assessoria e membro do Compir)

Marina Cezário dos Santos Felipe (presidente da Comissão da Igualdade Racial da OAB – Varginha e membro do Compir)

Nathália Marques de Souza (líder de Diversidade no Grupo Unis e membro do Compir)

11h – Palestra Democratização do acesso à cultura e Participação Social

Publicidade

Palestrante: Prof. Dr. Paulo Roberto Rodrigues de Souza – diretor da Unifal – MG | Campus Varginha

12h às 13h30 – Intervalo para almoço

14h – Palestra Economia Criativa, Trabalho, Renda e Sustentabilidade

Palestrante: Cinthia Alyne Alves Silva – Assessora de Inovação da Prefeitura de Varginha

15h – Mesa redonda Identidade, Patrimônio e Memória – representantes do Conselho Deliberativo Municipal do Patrimônio Cultural

Publicidade

Debatedores:

Rosana Aparecida Carvalho – secretária municipal de Turismo e Comércio

José Manoel Magalhães Ferreira – presidente do Conselho Deliberativo Municipal do Patrimônio Cultural e secretário municipal de Desenvolvimento Social

Danielle de Souza Guimarães – coordenadora técnica do Patrimônio Cultural

16h – Palestra Direito às Artes e às Linguagens Digitais

Palestrante: Thiago Dornelis de Moura – presidente da Comissão do 3º Setor da OAB Varginha

17h – Oficina grupos eixos e propostas

18h – Apresentação das propostas e eleição dos delegados para a Conferência Estadual conforme estabelecido pela Portaria MINC nº 45 de 14 de junho de 2023

As discussões das etapas da 4ª Conferência Municipal de Saúde serão realizadas a partir dos seguintes eixos:

Eixo 1 – Institucionalização, Marcos Legais e Sistema Nacional de Cultura

Avançar no debate sobre marcos e instrumentos legais que contribuam para o amadurecimento de políticas culturais brasileiras, de forma a enfrentar as descontinuidades e a pouca institucionalização das políticas culturais. O Eixo 1 é o espaço para o fortalecimento da perspectiva sistêmica de políticas culturais, do aprofundamento do debate sobre políticas de Estado para a cultura, dando ênfase à perspectiva de ações simultâneas e complementares dos entes federados, da fundamental participação da sociedade nos espaços de construção e pactuação das políticas públicas para a cultura.

Publicidade

Eixo 2 – Democratização do acesso à cultura e Participação Social

Debater e recomendar a revisão de elementos que afetem o acesso à cultura e à arte, enfrentando desigualdades e assimetrias. Reforça-se neste Eixo como as dinâmicas de participação e escuta social são essenciais para a ampliação do diálogo, para a valorização do acesso à cultura e para o fortalecimento de nossa democracia.

Eixo 3 – Identidade, Patrimônio e Memória

Debater e reconhecer o direito à memória, ao patrimônio cultural e aos museus, valorizando as múltiplas identidades que compõem a sociedade brasileira, os bens culturais expressivos da diversidade étnica, regional e socioeconômica e as narrativas silenciadas e sensíveis da história nacional, de modo a contribuir para a preservação de seus valores democráticos.

Eixo 4 – Diversidade Cultural e Transversalidades de Gênero, Raça e Acessibilidade na Política Cultural

Este Eixo debate a criação de mecanismos que garantam o reconhecimento da diversidade das expressões culturais e a valorização e promoção da identidade dos territórios culturais brasileiros. Nesta seara, compreendemos também a importância de promover diversidades e garantia de direitos, respeitando a acessibilidade cultural e fazendo enfrentamento ao racismo, à LGBTQIA+ fobia, ao genocídio da população negra, ao extermínio de povos indígenas, ao feminicídio, ao racismo religioso, aos estigmas contra comunidades ciganas, ao capacitismo e a todas as formas de discriminações correlatas.

Eixo 5 – Economia Criativa, Trabalho, Renda e Sustentabilidade

Ressaltar a importância da cultura para o desenvolvimento socioeconômico do país, por meio de políticas que fortaleçam as cadeias produtivas e as expressões artísticas e culturais, potencializem a geração de trabalho, emprego e renda, e ampliem a participação dos setores culturais e criativos no PIB do país.

Eixo 6 – Direito às Artes e Linguagens Digitais

Criação de espaços de diálogo, reflexão e construção coletiva acerca do papel das artes em sua diversidade de fazeres, territórios e agentes, e do acesso às linguagens artísticas e digitais no fortalecimento da democracia, na contemporaneidade, assim como o papel do estado brasileiro e seus entes federados na construção de políticas públicas para o desenvolvimento das redes produtivas dos setores das artes no Brasil.

4ª Conferência Municipal de Cultura
4ª Conferência Municipal de Cultura