Entenda como ficam as aulas presenciais da rede municipal de ensino

Publicidade

Prefeitura e SINPROMAG divergem sobre informações da situação com a volta das aulas presenciais.

A Prefeitura de Varginha realizou, nesta quinta-feira, 27, uma live para falar sobre a situação das aulas presenciais da rede municipal de ensino em meio a pandemia de Covid-19.

Durante o encontro online foi confirmado que a partir de segunda-feira, 31, estão suspensas as aulas dos estudantes de 0 a 3 anos, ou seja, nos CEMEIS. De acordo com Secretária Municipal de Educação, Gleicione Souza, a medida foi tomada por entender que não é possível fazer o distanciamento social entre as educadoras e as crianças, que precisam de cuidados como alimentação e troca de fraldas.

O executivo divulgou que a suspensão das aulas será inicialmente por pelo menos 15 dias. Mas o Sindicato dos Profissionais do Magistério da Rede Municipal de Varginha/Minas Gerais – SINPROMAG, afirma que a Secretaria Municipal de Educação Seduc emitiu um memorando para os diretores comunicando que a suspensão é por tempo indeterminado.

Por outro lado, o Prefeito Vérdi foi taxativo ao afirmar que as aulas continuam para os alunos do pré (4 anos) ao nono ano (15/16 anos).

Publicidade

Durante a live Vérdi afirmou que a decisão de continuar com as aulas foi tomada por confiar nos protocolos sanitários municipais. Ele disse, mais uma vez, que todas as escolas estão fisicamente preparadas para receber os alunos.

Sobre a questão, o procurador geral do município, Evandro Santos, reforçou que os protocolos para o retorno das aulas foram todos seguidos. “Vão acontecer casos que suspenderemos as aulas de uma turma, de um turno ou até de uma escola se necessário e esta situação não é motivo para alarde”, explicou Santos.

Segundo ele, outras cidades solicitaram autorização para copiar os protocolos sanitários implantados em Varginha. “Nossos protocolos são bons e eficientes, foram copiados por outras cidades. Dependemos da população, dos professores. Não adianta ter um protocolo eficiente se não tivermos o apoio. Se não, não vamos conseguir avançar no combate. Não podemos credenciar as infecções à volta às aulas”, completa o prefeito.

Servidores Contaminados

O Secretário Municipal de Saúde, Luiz Carlos Coelho, afirmou durante a live que antes do retorno das aulas já existiam casos de servidores da educação diagnosticados com Covid-19. Segundo ele, foram 22 casos recentes antes da volta das aulas.

Sobre o número de infectados após a volta das aulas presenciais a Prefeitura de Varginha diverge com o SINPROMAG.

De acordo com o sindicato, desde o início das aulas, oito servidores dos CEMEIS testaram positivo e nas instituições de ensino com turmas do pré até o nono ano, sete servidores testaram positivo para a Covid-19, o que totaliza 15 contaminados.

Mas prefeitura informou durante a live que são 10 servidores contaminados. “Tivemos quatro professores da pré-escola, que vai até o nono ano infectados. Três já voltaram. A outra professora já volta na semana que vem. E seis que trabalham em CEMEIS. Todas estão passando bem, uma precisou ir para CTI [e está em recuperação]”, disse a Secretária Municipal de Educação.

Adesão ao sistema híbrido

O vereador Professor Rodrigo Naves contou para a reportagem do Varginha Digital que tem visitado várias escolas e percebido a baixa adesão ao retorno presencial. “Em algumas escolas há poucos alunos por professores, inclusive com casos em que nenhum aluno da turma retornou ao modo presencial”, relata.

Durante a live o prefeito Vérdi fez um apelo para que os pais visitem as escolas e vejam a estrutura feita para que tenham segurança e mandem seus filhos.

Veja aqui a live da Prefeitura de Varginha na íntegra:


Veja também

Siga-nos no Google News

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui