Heineken investirá R$ 1,8 bilhão em instalação de fábrica no Sul de Minas

Publicidade

A nova fábrica da Heineken deve gerar 350 empregos diretos e 11 mil indiretos.

A cervejaria Heineken anunciou o investimento de 1,8 bilhão para a instalação de uma fábrica no Sul de Minas. A nova unidade será construída em Passos e deve gerar 350 empregos diretos e 11 mil indiretos.

De acordo com a direção da empresa as operações devem começar em 2025, com a produção das marcas puro malte Heineken e Amstel e capacidade produtiva anual de mais de 5 milhões de hectolitros. 

Esta é a 15ª unidade do grupo no Brasil e a fábrica será a unidade mais sustentável da companhia no país, sendo 100% abastecida por fontes de energia renovável.

Segundo os representantes da empresa, a escolha de Passos se deve à disponibilidade hídrica, desenvolvimento socioeconômico e facilidade logística para o abastecimento do estado de Minas Gerais e da região Sudeste.

Publicidade

Inicialmente, a fábrica seria implantada em Pedro Leopoldo, conforme anunciado pela companhia no final de 2020. Após enfrentar embargos, já que o terreno que abrigaria a unidade fica próximo às cavidades da Lapa Vermelha, área onde foi encontrado o fóssil humano mais antigo das Américas, a Heineken desistiu da instalação da fábrica no município.

Foi aberto um novo processo de seleção para a escolha da cidade que iria receber a nova planta da cervejaria, que recebeu a inscrição de cerca de 300 municípios. Três cidades foram selecionadas como “finalistas”: Passos, Uberaba e Uberlândia. Após nova rodada de análise de cada uma das finalistas, a empresa optou por se instalar em Passos.

“Tenho certeza que o presidente da Heineken não quer investir em um estado sem mão de obra capacitada e sem segurança jurídica. O que fizemos neste período foi criar condições de avançar nesse ambiente propício ao desenvolvimento, atração de investimentos e geração de empregos”, afirmou o governador Romeu Zema, durante o anúncio da instalação da fábrica da cervejaria Heineken no município. 

“Desde o início a Heineken sempre acreditou que o estado de Minas merecia e merece uma cervejaria do porte da Heineken. Tivemos um apoio muito grande do governo. Gestão pública é extremamente importante. Às vezes, a gente minimiza a importância do poder público na geração de empregos e na atração da iniciativa privada, mas eu represento a iniciativa privada e posso dizer para vocês da seriedade com que esse processo foi conduzido”, ressaltou o CEO Heineken Brasil, Maurício Giamellaro.


Veja mais Oportunidades

Siga o Varginha Digital no

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui