Hospital de Campanha de Varginha será desmobilizado

Publicidade

O cenário epidemiológico e assistencial da COVID-19 motivou a decisão de desmobilizar o Hospital de Campanha de Varginha.

Com a queda no número de casos positivos de Covid-19 na cidade, além da redução das mortes por complicações da doença, a Prefeitura de Varginha decidiu desmobilizar o Hospital de Campanha.

Com ocupação zerada, o Hospital de Campanha passará por processo de desmobilização dos leitos contingenciados pelo SUS. A ação já foi solicitada à Secretaria Estadual de Saúde – SES, fato já noticiado anteriormente, com vistas à desmobilização no dia 30 desse mês.

Já as unidades de gripe das UBS Bom Pastor e Canaã funcionarão até 30 de setembro. Após essa data somente funcionará a unidade de gripe da UPA 24h.

Esse é mais um passo das ações de desmobilização das estruturas ampliadas para o enfrentamento da pandemia. Em agosto houve a desmobilização dos leitos acrescidos na UPA, permanecendo somente a porta de entrada/ unidade de atendimento de sintomáticos respiratórios ou suspeita de COVID-19, bem como a desmobilização de duas unidades de gripe dos quadrantes.

Publicidade


“Na oportunidade, ressaltamos uma vez mais a crucial importância da UNIFAL, cuja cessão dos prédios viabilizaram implantação de um hospital de campanha robusto e resolutivo”, diz a Prefeitura em nota.


Veja também

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Siga-nos no Google News

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui