Varginha Digital faz teste drive do Uber em Varginha. Veja os prós e os contras

O teste drive do Uber foi feito nesta sexta-feira, 16, no segundo dia de atividades do aplicativo em Varginha.

Em uma viagem de Uber do centro de Varginha até o bairro Parque Boa Vista, pouco mais de 15 minutos, feita pela editora do site Raquel Cristina, foi o suficiente para avaliar o serviço.Depois de três tentativas de pedido, o aplicativo localizou o motorista Michel, que em menos de 5 minutos chegou no local. Mas esta rapidez não aconteceu na tarde de quinta, 15, quando o serviço começou a funcionar.

Entramos em contato com a assessoria de imprensa do UBER para saber quantos motoristas estão cadastrados, mas fomos informados que a empresa não abre este número. Mas, ao que parece, ainda são poucos. Então, dependendo do horário, é bom ter paciência. Porém, não há limite de carros que podem ser cadastrados, o que pode tornar a concorrência muito grande.

O motorista que nos atendeu, Michel, contou que é do Rio de Janeiro e há aproximadamente 9 meses mora em Varginha. Ele é administrador de empresas e coordena uma rede de vendedores, por isso consegue controlar seu tempo para trabalhar com o UBER. “É a possibilidade de uma segunda renda. Estou começando como curioso para saber se a conta fecha. Estou otimista”, afirma.

A viagem teve o custo total de R$ 10,48, sendo que 25% deste valor ficam com a UBER, que repassa os ganhos semanalmente para os motoristas.

Qualquer pessoa pode se cadastrar para ser motorista, desde tenha no mínimo 21 anos e que a habilitação seja da categoria B ou superior, com a observação EAR – Exerce Atividade Remunerada.

Para a modalidade UBER X são aceitos carros ano /modelo 2008 ou mais novos, 4 portas e 5 lugares, além de Ar Condicionado. Não são aceitos carros com placa vermelha, pick-ups, vans e caminhonetes. Também não são admitidos veículos adesivados, plotados, sinistrados, recuperados e com alteração no sistema de suspensão ou freios.

A experiência com o UBER foi boa. Mas é importante ressaltar que os motoristas do UBER estão cadastrados apenas no aplicativo e não possuem nenhuma regulamentação municipal.

O único modo de ter suporte, em caso de algum imprevisto durante a viagem em um UBER, é via aplicativo. Também é importante lembrar que não há seguro pessoal em caso de acidentes em um carro do aplicativo.

Taxistas 

A mesma corrida, citada no início da reportagem, teria o custo de aproximadamente R$ 16,00 se fosse feita por táxi, segundo Arnaldo Sanches Tavares, taxista há 30 anos e representante do Sindicato dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários da Zona Sul do Estado de Minas Gerais, o qual os taxistas fazem parte.

De acordo com o Sr. Arnaldo Sanches Tavares, o departamento jurídico do sindicato está avaliando a legalidade do uso do aplicativo em Varginha. “Queremos saber se é um transporte regularizado, principalmente quanto à questão da segurança do passageiro”, ressalta Tavares.

A segurança foi um ponto destacado pelo representante do sindicato, uma vez que os taxistas de Varginha precisam passar por um processo de credenciamento em vários órgãos para poder rodar na cidade.

Tavares explica o que é preciso para ser taxista:

  • Pagar INSS como condutor autônomo
  • Pagar ocupação de solo (ponto de táxi) para a prefeitura
  • Pagar seguro pessoal e para terceiros
  • Ter atestado de antecedentes
  • Ter atestado de conduta
  • Ter atestado criminal
  • Não ter restrição cadastral
  • Fazer vistoria anual do carro
  • Aferir o taxímetro no INMETRO
  • Ter veículo com no máximo cinco anos para começar na profissão, ou 10 anos para quem já atua

Todos estes requisitos, segundo Tavares, garantem que o passageiro tenha segurança durante a corrida. “Nós não somos contra nada. Se o município acha que este transporte é bem-vindo para a cidade, para a população, mas precisa de regulamentação”, ressalta Tavares.

Hoje 72 táxis são regulamentados para rodar em Varginha. Esse é o número necessário para atender a demanda da cidade. Caso a prefeitura entender que faltam veículos deverá ser aberta uma licitação para o cadastro de novos táxis.

Quem quiser usar táxi por aplicativos pode fazer o download do Táxi Varginha, app na qual vários taxistas de Varginha já estão cadastrados.

Veja mais em Notícias de Varginha

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome