Zema congela o valor do ICMS do diesel em Minas Gerais

Publicidade

O anúncio do congelamento do ICMS do diesel foi feito no mesmo dia que a Petrobrás anunciou novo reajuste.

O Governador Romeu Zema anunciou que vai congelar, a partir desta segunda-feira, 25, o valor do ICMS do diesel no Estado. A informação foi compartilhada pelo chefe do executivo mineiro em seu perfil no Twitter.

“Considerando que o aumento do valor do combustível, decorrente dos reajustes constantes da Petrobras, tem consequências diretas no custo de vida dos mineiros, o Governo de Minas vai congelar o ICMS do diesel no Estado a partir desta segunda-feira”, publicou Zema.

O anúncio foi feito no mesmo dia que a Petrobras anunciou aumento dos valores da gasolina e do diesel para distribuidoras.

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é um dos que incidem sobre o preço dos combustíveis em todos os Estados e é de responsabilidade dos governos estaduais.

Publicidade

Para calcular o valor do imposto, o Preço Médio Ponderado Final (PMPF) é considerado como base. Para “congelar” o imposto, o Executivo vai considerar o PMPF divulgado mais recentemente, e não atualizará a base para preços futuros, por ora. 

Irani Gomes, presidente do Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (Sindtanque-MG)se manifestou à respeito da medida anunciada pelo governador.

De acordo com ele, o congelamento atende parcialmente às reivindicações da categoria. “Foi uma vitória que tivemos após a greve, mas não atende completamente. Nós queremos a redução do ICMS, de 15% para 12%. Queremos que ele volte ao que era”, comentou em áudio enviado à imprensa.

O anúncio do governo ocorre dias após a greve dos tanqueiros ocorrida em Minas Gerais e em mais cinco estados. Iniciada na madrugada da última quinta-feira (21) o protesto foi motivado pela alta do preço dos combustíveis, incluindo o diesel, assim como o baixo preço do frete.

Na própria quinta, o governo federal fez a proposta de um auxílio diesel de R$ 400 aos caminhoneiros autônomos. O objetivo foi tentar evitar uma possível greve geral dos caminhoneiros, marcada para 1º de novembro.

Na tarde de sexta-feira, 22, greve dos tanqueiros chegou ao fim


Veja também

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Siga-nos no Google News

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui