A nova Escola de Sargentos do Exército Brasileiro deve receber o investimento de R$ 1 bilhão

Publicidade

O investimento de R$ 1 bilhão será aplicado ao longo de uma década, período que compreende a execução da nova escola de sargentos do Exército Brasileiro.

O Exército brasileiro deve investir R$ 1 bilhão na construção da nova sede da Escola de Formação e Graduação de Sargentos, em Recife. O investimento será aplicado ao longo de uma década, período que compreende a execução da obra.

A escola será construída na região metropolitana do Recife, onde se localiza o Centro de Instrução Marechal Newton Cavalcanti (CIMNC). Depois de pronto, a expectativa é que o novo prédio abrigue a escola de sargentos por ao menos 100 anos. Com isso, a Escola de Sargentos das Armas (ESA), em Três Corações, será transferida para Pernambuco, como já foi anunciado em outubro de 2021, pelo presidente Jair Bolsonaro.

Também serão transferidas para Pernambuco a Escola de Sargentos de Logística (EsSlog), no Rio de Janeiro e o Curso de Formação de Sargentos no Centro de Instrução de Aviação do Exército (CFS/CIAvEx), em Taubaté (SP).

Em entrevista para o Jornal Valor Econômico, o general André Luiz Novaes Miranda, afirmou que objetivo da mudança é concentrar em uma sede única as diversas unidades da instrução militar, atualmente distribuídas por vários estados.

Publicidade

“A demanda pelo curso cresce sem parar nos últimos anos. Em 2021, foram 126 mil candidatos inscritos para concorrer a 1.100 vagas, um recorde”, ressaltou o general.

A escolha do local, no CIMNC, tem uma motivação histórica: o prédio funcionou como centro de treinamento para soldados da Força Expedicionária Brasileira (FEB), enviados para lutar na Segunda Guerra Mundial.

O processo de licitação será aberto nos próximos meses e prevê contrapartidas ambientais para solucionar os impasses em torno do projeto, localizado em uma área de preservação, onde já está instalado um campo de treinamento militar. O novo prédio deve contar, por exemplo, com uma estação de água própria, planejada para ser movida por energia solar.

De acordo com o cronograma previsto, os próximos quatro anos serão dedicados à elaboração do projetos básico e executivo da futura escola. Os recursos sairão da dotação orçamentária do Exército e de emendas parlamentares.


Veja mais notícias no Varginha Digital

Siga-nos no Google News

Participe dos Grupos do WhatsApp e receba as novidades!

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Receba as notícias no seu e-mail

1 COMENTÁRIO

  1. PRESIDENTE SEM NOÇAO ALGUMA E O GOVERNADOR ZEMA TAMBEM, QUE NÃO ACREDITOU QUE BOLSONARO IRIA TIRAR A ESA DE TRÉS CORAÇOES, SUL DE MINAS. INSTITUIÇAO COM MAIS DE 70 ANOS NA CIDADE. UM GOLPE NO COMERCIO E NA VIDA DO TRICORDIANO. POR ISSO NENEM( NEM ZEMA E NEM BOLSONARO)! PRESIDENTE, AQUI É O SEGUNDO COLEGIO ELEITORAL E ZEMA, AQUI É O SEGUNDO COLEGIO ELEITORAL DO ESTADO! VARGINHA TA COM MEIA DUPLICAÇAO COM A FERNÃO DIAS. CADÊ O GOVERNADOR?

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui