Começa o horário de verão: adiante seu relógio em uma hora

O horário brasileiro de verão termina no dia 17 fevereiro de 2019.

O horário brasileiro de verão começa na primeira hora deste domingo (4)  e termina no dia 17 fevereiro de 2019. À meia-noite, os moradores de 10 estados e do Distrito Federal devem adiantar o relógio em uma hora.

É válido para os estados do Sudeste, Sul e Centro-Oeste: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

Neste ano o horário de verão foi encurtado devido às eleições. Em dezembro de 2017, o presidente assinou decreto que encurtou o período de duração do horário de verão.

Este decreto atendeu ao pedido do Tribunal Superior Eleitoral, para que o início do horário de verão não ocorresse entre o primeiro e o segundo turno da eleição. 

Como fica o corpo no horário de verão

Ao adiantar 1 hora o relógio, o indivíduo passa a sofrer alguns desajustes no seu relógio biológico.

As alterações imediatas, decorrentes da inevitável privação de sono, são a sonolência, a irritabilidade e o cansaço, o que reduz a atenção, a memória, com consequências, por exemplo, no trabalho, na escola e na vida cotidiana.

Algumas mudanças nos horários da alimentação e de dormir também são comuns de serem notadas após os relógios marcarem o horário de verão. 

“Temos um ciclo biológico de 24 horas (ritmo circadiano). O que acontece no horário de verão é que temos que ajustar o nosso corpo ao novo horário. O problema é que a maioria de nós já vive uma privação de sono, dormindo menos que a nossa necessidade. Por isso que, para alguns, esta adaptação é mais difícil”, explica Dra. Andrea Bacelar, médica neurologista e presidente da Associação Brasileira do Sono.

O metabolismo, o sono, o comportamento e a disposição do organismo nas diversas horas do dia e da noite são regulados pelo ritmo circadiano.

Qualquer disfunção ou grave alteração nesse relógio biológico pode acarretar, além da insônia e da dificuldade de concentração, outras doenças como a depressão.

Por isso a Associação Brasileira do Sono dá algumas dicas para facilitar a adaptação:

Durma mais cedo

Tente ir dormir 15 minutos mais cedo a cada dois dias. No sábado que vem, seu corpo já estará adaptado e não vai sofrer com a mudança de horário.

Sol na hora certa

Se expor ao sol durante a manhã ajuda a eliminar o sono, mas evite os raios solares e a luminosidade após às 18h. Se neste horário você estiver na rua, coloque óculos escuro. Se estiver em casa, feche as cortinas.

Evite cochilos

Nos primeiros dias do horário de verão, evite cochilar depois do almoço. Isto pode prejudicar seu sono à noite.

Atividade física mais cedo

Organize-se para fazer suas atividades físicas no horário da manhã. À noite, seu corpo pode ficar muito agitado pode causa dos exercícios e prejudicar seu sono.

Comidas e bebidas

Durante o horário de verão, procure comer alimentos mais leves e fáceis de serem digeridos. Beba bastante água e evite tomar bebidas que contenham cafeína, principalmente à noite.


 

Curta o Varginha Digital no Facebook e acompanhe as notícias também pelo Instagram. Voltar para a Página Inicial

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome