Empresário desaparecido em Varginha é encontrado morto em Paraguaçu

O empresário estava desaparecido desde o dia 27 de outubro, o suspeito foi preso no domingo em Ipatinga pela PRF.

Um homem foi preso suspeito de matar um empresário que havia desaparecido em Varginha. O suspeito, que era cunhado da vítima, foi preso pela Polícia Rodoviária Federal em Ipatinga no domingo (7), segundo a polícia, o crime aconteceu no dia 27 de outubro.

Ainda conforme a polícia, o corpo e o veículo da vítima foram encontrados na zona rural de Paraguaçu. O corpo de Wanderson foi encontrado carbonizado debaixo do carro do cunhado, que também estava queimado.

Wanderson Brito do Prado era dono de uma farmácia em Paraguaçu e estava desaparecido, a família vinha procurando por informações de seu paradeiro.

O que pareceu estranho é porque quando a irmã da vítima relatou, ela comunicou que o cunhado da vítima também teria sumido e aí quando entrei em contato com o suspeito hoje, ele atendeu a ligação de telefone e disse que não poderia ajudar na busca pela vítima e eles eram próximos, estranharam porque o suspeito era sempre solícito sempre que precisavam de algo. Ele disse que iria a Tiros, cidade próxima a Uberlândia, queria vender um terreno lá e não poderia estar ajudando com relação à vítima e depois parou de atender as ligações e isso levantou suspeito” disse o delegado Leonardo Sousa Lima.

Publicidade

Segundo o delegado, o suspeito e a vítima, saíram juntos. O autor teria atraído o cunhado para a casa de um amiga e lá o matou à base de agressões. Depois levou o corpo para uma zona rural entre Paraguaçu e Machado. Lá ele desovou o corpo, voltou para Varginha e pegou o carro da vítima. Nesta segunda-feira, o corpo e a vítima foram encontrados queimados.

Após o caso virar uma suspeita de homicídio, foi expedido um pedido de prisão temporária do suspeito, que foi encontrado pela Polícia Rodoviária Federal próximo a Ipatinga.

Foi feito um levantamento com as imagens de circuitos de segurança que auxiliaram a polícia a chegar até o suspeito.

Às 10h24, ele chega no local. Às 10h31, apenas o autor sai da residência e fecha o carro do autor. O autor pega o carro, que estava estacionado de frente, faz a manobra e coloca de ré, possivelmente para colocar o corpo na traseira do veículo. Ele entra na residência novamente, fecha a garagem e permanece lá por meia hora, depois ele sai com o carro branco e fica afastado do local por aproximadamente 50 minutos, acredito que é o tempo que ele percorre pra ir até a zona rural de Paraguaçu para deixar o corpo“, disse o inspetor Luciano Francisco dos Santos.

A polícia acredita que a amiga do autor não tinha conhecimento do crime. O uso do luminol encontrou vestígios de sangue no local. O suspeito ainda não foi ouvido formalmente pela Polícia Civil para o inquérito. Segundo a Polícia Civil, a princípio, a motivação do crime seria um conflito familiar.

A Polícia segue investigando o motivo da morte do comerciante. # empresário desaparecido em Varginha

Com informações de G1 Sul de Minas


Veja também

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Siga-nos no Google News

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui