Rei Pelé, nosso muito obrigado!!!

Por Rhafael Almendanha

Publicidade

De Três Corações, Sul de Minas, um garoto negro e de origem humilde que transcendeu todas as esferas inimagináveis, levou o nome do Brasil para o mundo, conquistou o que parecia impossível e se tornou uma entidade para o mundo do futebol e do esporte.

O esporte mais amado do planeta, nosso querido futebol, não apenas se despede, mas principalmente, agradece toda a genialidade de seu maior artista, ou melhor, sua majestade, o único e inigualável, Edson Arantes do Nascimento, ou simplesmente o apelido de um atleta mais reconhecido ao redor do planeta terra, Pelé.

Se você não é um dos privilegiados ou privilegiadas que viu Pelé desfilar todo seu talento nos gramados brasileiros e do mundo, certamente já esteve sentado assistindo um jogo de futebol pós era Pelé, em que craques mais atuais estavam demonstrando seu talento, realizando jogadas incríveis, e você todo empolgado ou empolgada não via à hora de comentar com outras pessoas o jogo fascinante que acabava de assistir, correto?

Pois então, ao comentar com alguém que viu Pelé jogar, você com toda certeza escutou: 

– Essa jogada foi fantástica, mas Pelé já fez mais e melhor.

Publicidade

Ah meus amigos e minhas amigas, se vocês não viram, busquem vídeos, documentários, o filme Pelé eterno, reportagens, e assim entendam o verdadeiro significado de tamanha realeza no mundo do futebol.

Toda nossa reverência ao jogador que conquistou três copas do mundo, sendo a primeira conquistada com apenas 17 anos, se tornando o jogador mais jovem da história das copas a conquistá-la, recorde que perdura até os dias atuais.

Toda nossa idolatria ao Rei que marcou 1282 gols em sua carreira, que foi expulso durante uma partida, mas a torcida protestou e assim a expulsão foi anulada, eternizou a camisa 10 aos craques, parou uma guerra com seu futebol,  desempenhou a função de ministro dos esportes, marcou época como cantor e compositor, atuou em filmes com astros do cinema, enfim, são inúmeras as realizações do Rei, que o tornou um ícone mundial, sendo eleito o atleta do século.

Rei, obrigado por tanto, seu legado será eterno.

Publicidade

Sobre Rhafael Almendanha

Graduado em Educação Física pela Universidade Federal de Lavras, Rhafael Almendanha é pós-graduando em futebol pela Universidade Federal de Viçosa e analista de desempenho no futebol.

Atua nas diversas áreas da Educação Física, realiza análise de jogos de futebol para atletas e clubes de formação. presta consultoria presencial e online, atende como personal soccer, personal trainer e instrutor de esportes e lazer em aulas de treinamento funcional ao ar livre.

É um bom mineiro de Cristina Sul de Minas, focado em sua profissão e apaixonado por futebol.