Estudantes da rede estadual começam a receber o Bolsa Merenda

Merenda
Foto: Governo de Minas

O objetivo do Bolsa Merenda é garantir a segurança alimentar de aproximadamente 380 mil crianças e adolescentes. 

O Governo de Minas Gerais anunciou que começa a fazer o pagamento do Bolsa Merenda, no valor de R$ 50, nesta segunda-feira, 27, para os alunos da rede estadual de ensino. O objetivo do benefício é reduzir os impactos da suspensão das aulas em função da pandemia do novo coronavírus e garantir a segurança alimentar de aproximadamente 380 mil crianças e adolescentes. 

Terão direito ao benefício os estudantes que atendem ao critério de extrema pobreza,  inscritos no CadÚnico, ou seja, de famílias com renda mensal de até R$ 89 por pessoa.

Serão contemplados todos alunos da família. Se uma família tiver três estudantes matriculados na rede estadual de Educação, terá o direito de receber um benefício no valor de R$150,00 (R$ 50 x 3 alunos). Participantes do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA) também poderão receber o benefício.

O Bolsa Merenda terá duração inicial de quatro meses (abril a julho) e poderá ser estendido de acordo com o calendário das aulas.

Do valor total de R$ 50 do tíquete, R$ 30 serão custeados pelo Governo de Minas, e os outros R$ 20 são fruto de uma parceria com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que destinou R$ 30 milhões para os quatro meses de programa. Além disso, o PagBank irá depositar R$ 20 extras a todos os beneficiários do Bolsa Merenda no primeiro mês.

Como receber o Bolsa Merenda

Para verificar se tem direito ao benefício, o responsável pela família cadastrada no CadÚnico deverá consultar o site do Bolsa Merenda, neste link e digitar o CPF.

Caso o aluno tenha direito, é preciso baixar o aplicativo PagBank PagSeguro – disponível no Google Play e App Store – ou acessar o site Pag Seguro do UOL, neste link.

Com a confirmação do cadastro e envio dos documentos, o beneficiário receberá a informação do pagamento no segundo dia útil após o cadastro, no primeiro mês. Nos demais meses o benefício será pago todo dia 18.  

Os beneficiários podem usar o dinheiro de duas formas: utilizando apenas o aplicativo no seu smartphone, para pagar boletos, fazer transferências ou realizar compras usando QR Code. Esta modalidade pode ser utilizada em qualquer estabelecimento que tiver uma máquina PagSeguro (Moderninha Pro, Moderninha X, Moderninha Plus e Moderninha Smart).

A outra opção é com o cartão, que será entregue na casa dos beneficiários em até 20 dias úteis após a criação da conta. Com o cartão, as compras podem ser feitas em qualquer estabelecimento que aceite a bandeira Visa, e o dinheiro pode ser sacado em bancos da Rede 24 horas.

Se a solicitação do benefício for feita no segundo, terceiro ou quarto mês, o responsável pelo cadastro terá o direito de requerer os valores não recebidos dos meses anteriores. No caso de não ocorrer movimentação na conta em até 30 dias após a disponibilidade do auxílio, o dinheiro será recolhido e devolvido ao Estado.

Saiba mais sobre a conta PagBank: pagseguro.com.br/campanha/bolsa-merenda-mg/

Como tirar dúvidas

Para tirar dúvidas ou resolver dificuldades no cadastro, o público pode acessar o link http://social.mg.gov.br/bolsa-merenda. Também para dúvidas em relação ao Pag Seguro estão disponíveis os telefones:

 0800-728- 2174, para o público do interior e demais regiões, a partir de telefone fixo;

0+OPERADORA +11 4003-1775 (exemplo. 015 11 4003-1775), para o público do interior e demais regiões, a partir de celular.

Com informações Agência Minas de Notícias.

Acompanhe as melhores notícias diariamente aqui no Varginha Digital.

Informação com credibilidade sobre Varginha e região direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Clique aqui para receber as notícias pelo WhatsApp.

Curta o Varginha Digital no Facebook e no Instagram

Voltar para a Página Inicial

7 COMENTÁRIOS

  1. Tenho um filho d 9 anos no 4 ano , um filho d 2 anos na creche , estudo no eja , estou desempregada e n tenho renda alguma exceto o bolsa família. Por que não sou beneficiária?

  2. Isso é injusto minhas filhas estudam são 3
    Estou de casa separada do esposo pagando aluguel ganho um salário e eles decidem que não tem direito se as meninas também estão em casa

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome