Golpistas usam a vacinação contra a Covid-19 para roubar dados pessoais

Publicidade

Os idosos são a maioria das vítimas dos golpistas. A recomendação é checar informações nas Unidades Básicas de Saúde e em sites oficiais

O Ministério da Saúde -MS e o Governo de Minas Gerais alertam para golpistas que usam a vacinação contra a Covid-19 para roubar dados pessoais. As tentativas de golpes acontecem por telefone ou mensagens no celular.

Os agendamentos para a vacinação da Covid-19 são de responsabilidade de cada município. Em Minas, há cidades que optaram por fazê-los por cadastros dos grupos prioritários, como Varginha, que está cadastrando os idosos com mais de 90 anos, veja mais aqui.

Outras escolheram entrar em contato com as pessoas por telefone. Ainda há aquelas que agendam a vacinação nas próprias unidades de Saúde. 

Independentemente da forma adotada pelas prefeituras, a diretora de Vigilância de Agravos Transmissíveis da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Janaína Fonseca Almeida, recomenda aos cidadãos pertencentes aos grupos prioritários a checagem das informações recebidas.

Publicidade

Ela recomenda que a população fique atenta sobre os agendamentos e os contatos. “Os agentes de Saúde devem se identificar sempre que forem às residências, usando uniforme e/ou crachás. Antes de receber a equipe em seu domicílio, é importante que o indivíduo cheque a informação com a sua unidade de Saúde. Em caso de dúvidas, também é possível acessar os sites oficiais, como as páginas das prefeituras, da SES-MG ou do Ministério da Saúde”, orienta. 

Dados Pessoais

Se alguém receber ligações ou mensagens pelo celular com esta promessa e solicitando dados pessoais ou outras informações, a orientação é que a pessoa não forneça qualquer dado e denuncie a autoridades competentes.

O  Ministério da Saúde destaca que o Sistema Único de Saúde é universal e gratuito.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui