Governo desiste de antecipar o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial

Auxílio
Foto: Marcelo Camargo - Agência Brasil

Mais de 7 milhões de brasileiros estão com o cadastro para recebimento do auxílio emergencial em análise.

O Governo Federal voltou atrás e afirmou que não poderá antecipar o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600.

De acordo com o Ministério da Cidadania, milhares de pessoas sequer receberam a primeira parcela e ainda estão com o cadastro para recebimento do auxílio em análise. Seria necessária a abertura de crédito suplementar para garantir a antecipação da segunda parcela, além do pagamento da primeira.

“Por fatores legais e orçamentários, pelo alto número de requerentes que ainda estão em análise, estamos impedidos legalmente de fazer a antecipação da segunda parcela do auxílio-emergencial”, informou o governo federal.

Na nota, o Ministério da Cidadania não informa a data do pagamento da segunda parcela.

Conforme informações da Caixa, 31,3 milhões de brasileiros já receberam a primeira parcela do auxílio, o que somou R$ 22 bilhões. A Dataprev processou até agora 32 milhões de cadastros e que ainda estão em avaliação mais 7 milhões, o que só deve ser concluído na sexta-feira (24).

Veja também:

Com informações G1.

Acompanhe as melhores notícias diariamente aqui no Varginha Digital.

Informação com credibilidade sobre Varginha e região direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Clique aqui para receber as notícias pelo WhatsApp.

Curta o Varginha Digital no Facebook e no Instagram

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome