PRF desmobiliza bloqueios de manifestantes bolsonaristas

Publicidade

Os bloqueios foram feitos por manifestantes bolsonaristas que não aceitam os resultados das eleições para presidente.

Nesta terça-feira, 1º, a Polícia Rodoviária Federal – PRF informou que cumpriu decisão da Justiça Federal e desobstruiu pontos de bloqueio de manifestantes bolsonaristas que impediam o trânsito na Rodovia Fernão Dias. O protesto é feito por caminhoneiros, apoiadores de Bolsonaro, que não aceitaram o resultado das urnas.

Foram desobstruídos 10 pontos de interdição em rodovias federais em Minas Gerais após decisão da Justiça Federal. A PRF informou ainda que continuará com os esforços até a liberação de todos os pontos de interdição nas rodovias federais do estado.

Publicidade

Os pontos de bloqueio que persistiam durante a noite de segunda-feira em Campanha, Pouso Alegre e Três Corações, também na Fernão Dias, se desmobilizaram durante a madrugada.

A Arteris, empresa que faz a gestão da Fernão Dias, informou que a interdição acontecia somente da faixa direita e acostamento no km 485, em Betim/MG, sentido São Paulo.

Porém, outos bloqueios ainda persistem na região:

Varginha (MGC-491)
Em frente ao Parque de Exposições, os caminhoneiros permanecem na saída para Três Corações. Segundo a Polícia Militar, estão liberadas a passagem de caminhões com cargas perecíveis e carros de passeio. Os caminhões com outras cargas estão parando.

Publicidade

Alfenas/Paraguaçu (MGC-491)
No trevo de Paraguaçu, há alguns caminhoneiros no local. Trecho está parado.

Guaxupé (BR-146)
Durante a madrugada, os caminhoneiros começaram a liberar carros de passeio e cargas vivas. Eles seguem no local.

Borda da Mata (MG-290)
Interdição parcial

Ouro Fino (MG-290)
Interdição parcial

Publicidade

Jacutinga (MG-290)
Interdição parcial

Monte Sião (MG-459)
Interdição parcial

São Sebastião do Paraíso (MG-050)
Pista parcialmente interditada, mas carros estão passando.

São José da Barra (MG-050)
Pista interditada, estão sendo liberados apenas veículos com pacientes com comorbidades.

Veja mais notícias no Varginha Digital

Publicidade

Publicidade