MPMG e PMMG monitoraram abusos na prática de preços de produtos essenciais

Fiscais do Procon-MG e a PMMG realizam operação contra eventuais abusos.

A operação aconteceu na tarde desta quinta-feira, 25 de maio e apurou abusos cometidos por comerciantes de produtos essenciais no estado durante a paralisação de caminhoneiros.

De acordo com o Procon-MG, estabelecimentos que se aproveitem da situação para aumentar sua margem de lucro podem sofrer sanções administrativas como multa e interdição. Além disso, os proprietários podem ser presos em flagrante e responder por crime contra a economia popular.

A população podem denunciar os abusos no Procon local e ajudar o órgão no trabalho de fiscalização. Em Varginha o Procon fica na R. Pres. Antônio Carlos, 356 – Centro. O contato também pode ser feito pelo telefone (35) 3690-2146.

O procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet, explica que todos os promotores de Justiça que atuam na Defesa do Consumidor em Minas foram orientados a adotar medidas para combater abusos nos municípios do estado.

Veja mais em Notícias.

Acompanhe o Varginha Digital também pelo Facebook.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome