Prefeitura mantém aulas presenciais mesmo após professora testar positivo para Covid-19

Publicidade

A informação do teste positivo da professora para Covid-19 foi divulgada no sábado, 8 de maio.

No último sábado, 8, o Sindicato dos Profissionais da Rede Municipal de Varginha – Sinpromag, divulgou nota informando que uma professora da Escola Municipal São José, no bairro São José, testou positivo para a Covid-19.

A Prefeitura de Varginha, por sua vez, afirmou, também por nota, que não há como comprovar que a contaminação aconteceu na escola e que as aulas presenciais não serão suspensas.

Leia a íntegra das notas do sindicato e do Município:

Comunicado do SINPROMAG

“Sociedade Varginhense em alerta. Aconteceu o que foi alertado ao poder público. Caso de profissional contaminado com covid. Professora da EM São José de Varginha. O fato já é prova de que expôs vidas de profissionais, de crianças e familiares. O mais lamentável: Secretaria Municipal de Educação determina que escola continue normalmente na segunda-feira. Mais contaminações de profissionais, estudantes e famílias.

Publicidade

Tudo isso não incomoda o poder público municipal e a Justiça. Por outro lado, o retorno gerou uma completa desorganização do ensino municipal com a maior parte dos estudantes sem atendimento. Nossas ações continuam em defesa da vida. Vidas importam”.

Nota da Prefeitura de Varginha

“É de conhecimento geral que a infecção pelo Coronavírus pode dar-se em quaisquer lugares, não se podendo, portanto, dizer que a professora se infectou no local de trabalho”.

Os protocolos específicos para a Educação, os quais constam do Decreto Municipal nº 10.131, de 26 de novembro de 2020, foram elaborados por grupo técnico especializado, constituído por profissionais da Educação e da Saúde, sendo seguros e altamente rigorosos, devendo serem seguidos na integralidade a fim de minimizar qualquer possibilidade de contágio dentro das escolas;

Qualquer professor que porventura apresente qualquer sintoma gripal ou febre, não deve estar presente nas escolas, conforme determina os protocolos. Se tal acontecer, a Direção deve ser informada de imediato pelo professor, e a Direção, também de imediato, deve informar à Secretaria Municipal de Educação;

O descumprimentos dos protocolos sanitários vigentes gera responsabilidade àqueles que não o observarem, motivo pelo qual, com relação ao fato, está sendo instaurada sindicância para apurar se houve negligência por parte de quaisquer envolvidos, aplicando-se, se houver, as penalidades legais;

Importante ressaltar que todos os professores e funcionários receberam equipamentos de proteção individual, tais como máscaras de proteção, face shields e, ainda, devem utilizar o álcool em gel, além de manter o distanciamento determinado, minimizando qualquer risco de contágio, sendo do obrigação dos profissionais e das direções velar pelo cumprimento dos protocolos sanitários nas escolas em que trabalham;

O fato em discussão não ocasionará qualquer interrupção às atividades presenciais realizadas na Escola Municipal São José, ou em qualquer outra, uma vez que os protocolos já dividiram as turmas em A e B, além da semana de interstício para ambas as turmas, motivo pelo qual os alunos que estiverem na Escola na segunda-feira próxima, não tiveram qualquer contato com as turmas que estiveram na semana que passou;

A prefeitura Municipal também reforça a necessidade de que todos sigam os protocolos sanitários, e reafirma que atuará para que os mesmos sejam cumpridos”.


Veja também

Siga-nos no Google News

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui