Retorno das aulas presenciais em Varginha será no início de maio

Publicidade

As redes municipal, estadual, federal e particular estão autorizadas a retornar com as aulas presenciais no sistema híbrido.

O retorno das aulas presenciais em Varginha será no dia 3 de maio, em formato híbrido. A confirmação foi feita em entrevista coletiva, concedida pelo prefeito Vérdi Lúcio Melo, na tarde desta sexta-feira,16

A data é válida para escolas da rede municipal, estadual, federal e particular. Até lá as aulas continuam no formato online para todas as escolas.

De acordo com Vérdi, nas próximas duas semanas será avaliado o impacto da Onda Roxa no número de casos de Covid-19 em Varginha.

“As escolas estão preparadas para o retorno das aulas. Obviamente vamos aguardar estes 15 dias para ver o que acontece para iniciarmos ou não no dia 3. O mais importante é que todas as escolas estão autorizadas a ter aulas presenciais a partir de 3 de maio”, ressaltou Verdi.

Publicidade

Modelo Híbrido

O Secretário Municipal de Saúde, Luiz Carlos Coelho, explicou que com a forma de estudo híbrido será possível ter modelo matemático epidemiológico, ou seja, dentro de 14 dias será possível avaliar o potencial de transmissão do coronavírus.

Os profissionais de educação serão testados 48 horas antes do início das aulas presenciais, novamente depois de sete dias e novamente depois de 14 dias.

Já os alunos irão se revezar da seguinte forma: 50% deles terão aulas na primeira semana presencial e os outros 50% online, na semana seguinte haverá o revezamento, e na seguinte todos ficam online.



Veja também

Siga-nos no Google News

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Publicidade

1 COMENTÁRIO

  1. Nesse caso específico, entendi que os profissionais de educação estarão sendo cobaias para avaliar o potencial de transmissão do coronavirus… onde será elaborado um “modelo matemático epidemiológico”.
    Os professores serão testados, antes, durante e após duas semanas de testes (0, 7 e 14 dias).

    Se o retorno as aulas tem um objetivo de “estudo epidemiológico” não seria também indicado a testagem, de alunos???

    Foi isso mesmo que entendi, professores farão parte de um grupo de testes, sendo reduzidos a cobaias, onde a saúde dos mesmos poderá ser comprometida para a realização de estudos epidemiológicos???

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui