Bombeiros resgatam meninos que ficaram ilhados no Rio Verde em Varginha

Bombeiros
Foto: Ilustrativa

Os meninos ficaram ilhados no Rio Verde, próximo ao sítio Sagrado Coração de Jesus.

Os Bombeiros resgataram nesta quarta-feira, 3, quatro meninos (três adolescentes e uma criança), que ficaram ilhados no Rio Verde, próximo ao sítio Sagrado Coração de Jesus.

Quando chegaram no local, as guarnições de bombeiro militar encontraram as vítimas ilhadas, duas em uma pedra e outras duas no barco, ambas a uma distância aproximada de 50 metros da margem.

Corpo de Bombeiros Militar de Varginha Resgata pessoas ilhadas no Rio Verde Por volta das 17h30min de ontem, 03/06, o Corpo de Bombeiros Militar em Varginha foi acionado para salvamento de 4 vítimas que estavam ilhadas no Rio Verde, próximo ao sítio Sagrado Coração de Jesus.No local, as guarnições de bombeiro militar constataram 4 vítimas ilhadas, duas em uma pedra e outras duas no barco, ambas a uma distância aproximada de 50 metros da margem.Coube aos bombeiros militares o deslocamento até o meio do rio, ancorados em uma corda e com coletes.Posteriormente, foi feito o tracionamento do barco já com as vitimas dentro.Estas eram 3 adolescentes e 1 criança, sendo deixadas aos cuidados dos responsáveis que compareceram ao local.Os menores nao apresentavam ferimentos, somente sinais leves de hipotermia.Ao término, coube aos militares ressaltarem aos responsáveis o risco do uso de embarcações, sobretudo por menores.A baixa visibilidade, a alta velocidade da correnteza e a existência de rochas no rio foram agravantes para o desenvolvimento das atividades.Mesmo assim, os bombeiros militares foram eficazes no atendimento da ocorrência, considerando o estado em que se encontravam as vítimas após o salvamento, bem como o não registro de acidentes durante a atividade.A ocorrência finalizou por volta das 21hs, tendo a participação de 8 bombeiros militares e 2 viaturas.

Posted by 9º Batalhão de Bombeiros Militar – Corpo de Bombeiros Militar- Varginha MG on Thursday, June 4, 2020

Ancorados em uma corda e com coletes, os bombeiros militares conseguiram fazer o tracionamento do barco já com as vitimas dentro. Os quatro foram deixados aos cuidados dos responsáveis que compareceram ao local.

Eles não apresentavam ferimentos, somente sinais leves de hipotermia.

A baixa visibilidade, a alta velocidade da correnteza e a existência de rochas no rio foram agravantes para o desenvolvimento das atividades. Mesmo assim, os bombeiros militares foram eficazes no atendimento da ocorrência, considerando o estado em que se encontravam as vítimas após o salvamento, bem como o não registro de acidentes durante a atividade.

Veja também:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome