Caso do homem assassinado no centro de Varginha vai a julgamento em março

Crime
O crime aconteceu em 2016. Foto: Blog do Madeira.

O caso do homem assassinado no centro de Varginha seria julgado no dia 24 de março de 2020, mas foi adiado por causa da pandemia.

O Tribunal do Juri que vai decidido sobre o assassinato de Daniel Messano, que aconteceu em 2016, no centro de Varginha, será no dia 2 de março de 2021.

Após uma briga de trânsito, Daniel Borges Messano, então com 41 anos, foi esfaqueado por Pedro Augusto Souza, que tinha 35 anos na época. O agressor chegou a fugir, mas foi preso pela Polícia Militar próximo ao trevo de Elói Mendes. A filha da vítima, que tinha 7 anos presenciou o crime.

De acordo com testemunhas a briga aconteceu, no dia 15 de agosto de 2016, porque Pedro parou em frente ao restaurante próximo à Nave do ET, quando Daniel começou a buzinar para que ele retirasse o carro. O agressor então atingiu a vítima com uma facada no peito e outra no queixo.

Em depoimento à Polícia Civil, Pedro alegou legítima defesa, uma vez que Daniel teria dado um soco nele. Daniel chegou a ser socorrido, mas não resistiu e faleceu no hospital.

Pedro foi levado para o presídio de Varginha e ficou 5 meses e meio preso. Teve a prisão relaxada o dia 8 de fevereiro de 2017 por ser réu primário e não apresentar indicativos que iria fugir.

O caso seria julgado no dia 24 de março de 2020, mas foi adiado por causa da pandemia.

Com foto e informações Blog do Madeira.


Veja também

Siga-nos nas Redes Sociais

Novos Caminhos: plataforma oferecerá curso de especialização para professores

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!


DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome