Prefeitura divulga nota sobre professores afastados em Varginha

sala de aula sem aluno

De acordo com o SINPROMAG, quatro professores estão afastados, um testado positivo para Covid-19 e outros três à espera de confirmação.

O SINPROMAG – Sindicato dos Profissionais do Magistério da Rede Pública Municipal de Varginha, divulgou nota informando que quatro professores estão afastados, um testado positivo para Covid-19 e três à espera de confirmação. Os professores voltaram para o regime presencial na terça-feira, 2 de março.

Por conta desta situação, a sindicato solicitou à Secretária Municipal de Educação,  Profa. Dra. Gleicione Aparecida Dias Bagne De Souza, para que junto ao Prefeito Vérdi Lúcio Melo, analisem a proposta de retorno ao trabalho em casa dos profissionais da educação.

“Secretária Municipal respondeu que vai avaliar o pedido. Entendemos que a situação é de risco e merece uma melhor avaliação da atitude tomada”, explica o professor Nelson Pereira de Andrade, presidente da SINPROMAG.

Procurada pela redação do Varginha Digital, a Prefeitura divulgou a seguinte nota, reproduzida na íntegra:

“Os professores da Rede Pública Municipal de Ensino estão trabalhando presencialmente nas escolas a fim de adequar suas atividades e o ambiente para o retorno gradativo e seguro dos alunos a partir de 5 de abril do corrente ano, se o quadro de contagio do Coronavírus não recomendar outro posicionamento do Poder Público;

Com relação ao trabalho em home office, sob a alegação de que seria mais seguro, cumpre dizer que os professores, assim como todos os demais servidores, quando trabalhando presencialmente, o fazem utilizando equipamentos de proteção individual, mantendo o distanciamento e respeitando os protocolos de segurança já amplamente divulgados para a comunidade escolar e para a sociedade em geral, motivo pelo qual o trabalho presencial com o respeito aos protocolos do município, chancelados pela Vigilância Sanitária, é mais seguro do que a estada em outros ambientes onde tais regras, talvez, nãos sejam seguidas com o rigor as quais são nos estabelecimentos de ensino.

A Prefeitura Municipal, através da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde é notificada de todos os casos em que se tenha seguido os protocolos do município, dentre os quais a ida às unidades gripais ou testagens realizadas.

Importante salientar que todos os profissionais com suspeita de serem portadores do Coronavírus são afastados de acordo com os protocolos do município, retornando após o período que varia entre 10 e 14 dias ou de imediato se houver teste negativo.

Os profissionais vão continuar trabalhando em loco? Sim, em razão de todo o exposto.

Com relação a profissional que testou positivo, pode-se afirmar que o contágio não se deu no local de trabalho, uma vez que ela já se apresentou com os sintomas da Covid 19 logo no primeiro dia de trabalho presencial, tendo sido afastada de imediato, sendo de conhecimento público e notório que os sintomas da Covid 19 não se manifestam em prazo inferior a sete dias.”


Veja também

Siga-nos nas Redes Sociais

Novos Caminhos: plataforma oferecerá curso de especialização para professores

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!


1 COMENTÁRIO

  1. Não interessa onde ela se contaminou.
    Agora ela contaminada foi trabalhar e corre o risco de transmitir aos seus alunos e companheiros de trabalho.
    Se estivesse em casa não ia ocorrer este risco.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome