Iepha autoriza a desapropriação do Cine Rio Branco

Publicidade

Entenda quais serão os próximos
passos para o Cine Rio Branco.

O Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico – Iepha autorizou a desapropriação do Cine Rio Branco para que o imóvel seja transformado em um Centro de Convenções.

A informação foi confirmada pela presidente do Iepha, Michele Arroyo, em reunião virtual com o presidente do Centro de Comércio do Café, Archimedes Coli Neto, e o deputado estadual Professor Cleiton.

Agora será feita uma avaliação física do imóvel e captação de recursos, que poderá ser feita pela Lei Rouanet de apoio à cultura e também pela iniciativa privada. Na sequência será realizado o projeto de restauração.

Prédio tombado

O tombamento do edifício do Cine Rio Branco foi aprovado pelo Conselho Curador do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – IEPHA/MG – em reunião do dia 11 de agosto de 1999.

Publicidade

Com tipologia arquitetônica modernista o edifício do Cine Rio Branco, que teve o projeto feito por José Braga Jordão, e foi construído entre os anos 1954 e 1956, sob a responsabilidade dos engenheiros Maurício Ferreira de Barros e Mildo Rugani.

Com dois níveis do edifício, o cine apresenta em seu primeiro andar o foyer, onde se ficavam a bilheteria, chapelaria, bomboniere. Também havia a plateia, com 1000 lugares e tela de projeção de 162 metros.

No segundo andar havia um mezanino, varanda externa, balcão com 400 poltronas, cabine de projeção e escritórios.

O espaço faz parte da memória afetiva dos varginhenses, que há muito tempo esperavam que o prédio pudesse ser reaberto e usado novamente pela população.

Com informações Varginha 24 H e Iepha.

Veja mais fotos exclusivas do prédio do Cine Rio Branco na coluna Do Alto, neste link.


Veja também

Siga-nos nas Redes Sociais

Novos Caminhos: plataforma oferecerá curso de especialização para professores

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Varginha Digital
Notícias de Varginha e região direto no seu celular.
Informação com credibilidade. Varginha em um clique!


Publicidade

4 COMENTÁRIOS

  1. Se esqueceram de mencionar quem foi o mentor desse empreendimento, Aristides Prince de Souza, contem a história certa. Saiu da cabeça dele essa ideia que se materializou e se tornou o principal pólo cultural e de entretenimento,mais ainda como local do encontro social da cidade do et por décadas.

  2. Se esqueceram de mencionar quem foi o mentor desse empreendimento, Aristides Prince de Souza, contém a história certa. Saiu da cabeça dele essa ideia que se materializou e se tornou o principal pólo cultural e entretenimento,mais ainda como local do encontro social da cidade do et por décadas.

  3. Não vejo ali um local apropriado para um centro de convenções.
    Mau temos estacionamento para os usuários do centro imagina com algum evento no local.
    Tem que ser repensado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui