Justiça bloqueia R$ 350 mil de colégio particular de Varginha que anunciou fechamento

Colégio Catanduvas
Foto: divulgação

A decisão tomada pela 1ª Vara do Trabalho foi para assegurar o pagamento de verbas rescisórias de contrato de professores demitidos do colégio.

A 1ª Vara do Trabalho de Varginha bloqueou R$ 350 mil do Colégio Catanduvas na tarde desta quinta-feira (16). A decisão foi tomada para pagamento de verbas rescisórias de contrato de professores que foram demitidos após o anúncio de fechamento da instituição.

Segundo a decisão da Justiça do Trabalho, patrimônios do colégio como imóveis, contas bancárias, automóveis e todo o material que está dentro da instituição foram bloqueados para assegurar o pagamento de verbas como o fundo de garantia, férias e décimo terceiro. Até agora, cinco professores já entraram na justiça para garantir direitos.

Anúncio de fechamento

O Colégio Catanduvas anunciou o fechamento (leia a matéria aqui), na última sexta-feira (10), e pegou de surpresa os pais de 370 alunos. Três dias depois, na segunda-feira (13), a instituição manteve a decisão, mas afirmou que vai manter as atividades até o final deste ano. A decisão foi tomada depois de reunião realizada entre pais e diretoria da escola.

De acordo com a Rede CNEC, que é responsável pela administração do colégio, ficou decidido que o Ensino Fundamental, do oitavo ao nono ano, e as turmas dos três anos do Ensino Médio vão continuar as atividades até o fim de 2020. A instituição ainda informou que estuda a possibilidade da volta de outras turmas.

Em relação a quem já pagou a mensalidade de julho e a turma não estiver entre as que vão continuar até o final do ano, o colégio destaca que está em negociação com as famílias.

O Colégio Catanduvas foi inaugurado na década de 1960. Atualmente disponibilizava turmas da educação infantil, ensinos fundamental e médio, além de curso e atividades extracurriculares.

A unidade é parte da rede CNEC, responsável também pela Faculdade Cenecista (Faceca) de Varginha. De acordo com a assessoria da instituição, a faculdade não vai ser afetada.

Decisão de encerrar atividades

Os pais de 370 alunos haviam sido pegos de surpresa depois que o Colégio Catanduvas anunciou que iria encerrar as atividades. O motivo seria o impacto que o novo coronavírus vem causando nos últimos meses.

Os pais se questionavam sobre se seriam ressarcidos e se haveria agilidade no processo de realocação desses estudantes.

Na oportunidade, os pais e representantes dos alunos do colégio foram avisados de que haveria uma reunião, online. Esse encontro aconteceu na manhã de sexta-feira. A notícia foi de que a instituição iria encerrar as atividades em Varginha.

Após o final de semana, após nova reunião, o fechamento foi prorrogado para o final do ano, com a manutenção de algumas turmas da instituição.

Reunião na Prefeitura

O prefeito de Varginha , Vérdi Melo, recebeu em seu gabinete a Senhora Lucimara Destefani, diretora do Colégio Cenecista Catanduvas de Varginha acompanhada do senhor Vilnei Paiva, supervisor comercial e coordenador da Educação a Distância que aceitaram o convite para conversarem sobre os últimos acontecimentos envolvendo o Colégio que faz parte da história da  cidade.

Tomamos  a iniciativa de reunir  com a direção da escola após tomarmos conhecimento da decisão de  encerrarem as atividades deste tradicional Colégio de Varginha, que  teve a exemplo de outras empreendimentos,  teve situação agravada com  pela pandemia do coronavírus”, disse Vérdi.

Durante a reunião Vérdi foi comunicado que as turmas do 8º e 9º anos e da 1ª a 3ª série do ensino médio permanecerão ativas até o final do ano de 2020.

Foi uma conversa muito boa, e na oportunidade nos colocamos à disposição para ajudar a direção do Colégio no que estiver ao nosso alcance através de parcerias com a rede Cnec e incentivando o fortalecimento da marca no nosso município. O que não podemos é  perder uma escola tão importante que ao longo dos anos de sua história formou cidadãos conscientes e respeitados ”.

Outra alternativa apresentada pela direção do Colégio foi o Projeto “Recoloca”-   que consiste na criação de cursos para capacitação profissional, visto que há necessidade de recolocação, readequação e manutenção de empregos no mercado pós-pandemia.

O Colégio Catanduvas foi inaugurado na década de 1960. Atualmente disponibilizava turmas da educação infantil, ensinos fundamental e médio, além de curso e atividades extracurriculares. A unidade é parte da rede CNEC, responsável também pela Faculdade Cenecista (Faceca) de Varginha.

Com informações EPTV Sul de Minas


Veja também

whatsapp varginha digital noticias
logo varginha digital

Varginha Digital
Notícias de Varginha e região direto no seu celular.
Informação com credibilidade, Varginha em um clique!

Siga-nos nas Redes Sociais

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome