Polícia Militar faz varredura em escola estadual após ameaça de massacre

Publicidade

A mensagem do suposto ataque foi escrita na porta de um banheiro de uma escola em Varginha.

A Polícia Militar de Varginha fez uma varredura na Escola Estadual Pedro de Alcântara na quarta-feira, 11 de maio, depois de uma mensagem sobre um suposto massacre foi escrita no banheiro da escola. Nada foi encontrado pelos militares.

Também foi a revista das mochilas dos alunos, porém, nada de anormal foi descoberto.

A imagem da ameaça circulou as redes sociais e deixou pais e alunos apreensivos.

A suspeita é que a ameaça não passe de seria um desafio, feito por adolescentes, inspirado um vídeo do Tik Tok. O vídeo ensinaria “como parar sua escola por um dia”.

Publicidade

Há relatos de casos semelhantes em escolas públicas e particulares de Belo Horizonte e Lavras (MG), São Caetano do Sul (SP), São Paulo (SP), Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Farroupilha e São Leopoldo (RS), Traipu (AL), só para citar alguns casos. Em todas situações a Polícia Militar foi acionada e não encontrou em nenhuma escola nada que confirmasse o massacre.

Em nota a Secretaria Estadual de Educação – SEE/MG, divulgou nota tranquilizando pais e alunos. Confira na íntegra:

“As unidades escolares sempre acionam imediatamente os órgãos competentes, como medida preventiva de segurança. Os órgãos comparecem às unidades para averiguar as situações, prestar orientações necessárias e dar prosseguimento às investigações dos casos. Não sendo constatados riscos aos alunos e servidores, as atividades pedagógicas seguem normalmente.

Ressaltamos que a SEE/MG desenvolve e estimula a realização de ações de combate à violência no ambiente escolar, além de contar com importantes parcerias em iniciativas dessa temática, como o Programa de Convivência Democrática, que procura defender e garantir os direitos humanos nas escolas, além de promover o respeito às diversidades e uma escola acolhedora, por meio de uma convivência democrática. Além disso, a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) também atua rotineiramente no ambiente escolar, por meio de programas com a Patrulha Escolar, que realiza rondas preventivas no entorno das unidades de ensino, propiciando um ambiente mais seguro para a comunidade escolar.”

Com informações Blog do Madeira.

Veja mais notícias no Varginha Digital

Receba as notícias no seu e-mail

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui