Rede Mais assina convênio com a Prefeitura e adota o Jardim do Sapo

jardim do sapo varginha

Prefeitura de Varginha e Rede Mais assinam convênio para preservação do Jardim do Sapo.

Foi assinado, nesta terça-feira (10), um convênio entre a Rede Mais e a Prefeitura de Varginha, para adoção da Praça Dom Pedro II, conhecida como Jardim do Sapo.

Em uma demonstração de cidadania, a Rede Mais (Record TV), adotou um dos mais belos cartões postais de Varginha, a Praça Dom Pedro II, mais conhecida como Jardim do Sapo.

O prefeito Antônio Silva recebeu na tarde dessa terça-feira, 10, em seu gabinete, representantes da Rede Mais e o diretor executivo do grupo, Antônio Carlos Tardeli para a assinatura do convênio de adoção do Jardim do Sapo que é tombado pela Coordenadoria Técnica do Patrimônio Cultural – COPAC e do Conselho Deliberativo Municipal do Patrimônio Cultural – CODEPAC.

Tardeli afirma que essa “É uma data especial para a Rede Mais que através do bom relacionamento que temos com a Prefeitura e com a boa vontade do prefeito Antônio Silva estamos assinando esse convênio que visa tomarmos conta dessa praça, inclusive levando entretenimento e serve para mostrar aos demais municípios que nós da Rede Mais estaremos sempre dispostos a participar junto à comunidade para o bem dos munícipes”.

O prefeito Antônio Silva ressalta que “É uma conquista importante para toda a cidade, até porque com o prestígio e o alcance da Record, a Rede Mais deixa um legado de um bom exemplo com essa parceria que irá refletir diretamente na população através desse histórico espaço que acaba de ser revitalizado pela Prefeitura”. O prefeito lembra que a que a última reforma geral do Jardim do Sapo desse porte da que está sendo finalizada foi feita em seu 1º mandato há quase 30 anos.

jardim do sapo varginha

Com esse termo de cooperação, agora o Jardim do Sapo passa a ser responsabilidade também da Rede Mais conforme a reportagem.

Revitalização atual

A Prefeitura está finalizando a revitalização do Jardim do Sapo. O projeto é de autoria da arquiteta da Fundação Cultural, Danielle de Souza Guimarães. A obra é custeada com recursos próprios do município no valor de mais de R$ 400 mil tendo os Termos Aditivos 184/2018: R$ 35.285,10 (Acréscimo) e 071/2019: R$ 26.832,00 (Acréscimo) R$ 28.464,00 (Supressão).

O vice-prefeito Vérdi Lúcio Melo conta que são muitas as melhorias. “Toda a pavimentação foi refeita em pedra São Thomé, alguns canteiros foram elevados para preservar as raízes das árvores centenárias, todos os bancos foram restaurados, o coreto recebeu novos ladrilhos, pintura e revestimento, o projeto de paisagismo e iluminação também já está sendo implementado para garantir a beleza e a segurança do local”, revela Vérdi.

PRAÇA DOM PEDRO II – Jardim do Sapo – antiga Praça do Pretório:

jardim do sapo varginha

Os dados estão no site da Prefeitura http://www.varginha.mg.gov.br/a-cidade/patrimonio-cultural:

História da Praça

jardim do sapo varginha

Importante ponto de encontro de várias gerações, sobretudo quando a Igreja Matriz ainda estava voltada para o antigo núcleo urbano, a Praça Dom Pedro II foi um dos primeiros recantos de lazer da cidade. Por volta de 1910, com a intensa religiosidade da cidade, a praça era utilizada como celebração de um dos passos da Via Sacra.

Foi na administração do prefeito Major Evaristo Soares que Varginha começou a ganhar ares mais modernos. Em 1915, a praça foi então totalmente remodelada, com a inauguração de um belo jardim com coreto, retirada do pretório e a colocação de grades em toda a sua volta. Havia também um pequeno lago, com presença de um grande número de sapos, dando origem ao cognome, carinhosamente utilizado até hoje (jardim do sapo).

Hoje, as grades e o lago não mais existem, mas a praça continua tendo um importante papel na malha urbana.

Árvores de grande porte, gerando grandes áreas de sombra, forração agradável e variada e os postes de iluminação em ferro garantem a tranqüilidade e o caráter aprazível do local.

O coreto, embora não original, também ajuda a compor esse recanto. Em diversas ocasiões, até os anos 80, o coreto da Praça Dom Pedro II recebeu seresteiros da cidade.

Um detalhe importante neste local é que os imóveis do entorno não interferem na visibilidade da praça, pelo contrário, com exceção de um edifício de apartamentos, a grande maioria dos imóveis foi construída até a década de 1960, mantendo o mesmo gabarito e escala.

Voltar para a Página Inicial | Curta o Varginha Digital no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome