Campanha de Doação de Sangue
Rosana Esteves de Souza, bioquímica responsável pela agência transfusional do Hospital Bom Pastor e Maida Pereira Coimbra, responsável pelo setor de captação da agência transfusional do Hospital Bom Pastor, durante ação na Escola Estadual Pedro de Alcântara. Imagem: Divulgação
Publicidade

O projeto visa incentivar a doação regular de sangue entre jovens.

Conscientizar sobre a importância da doação de sangue, este é o objetivo do projeto Projeto “Doação de Sangue de jovens de 16 e 17 anos Hospital Bom Pastor”. O projeto visa incentivar a doação regular de sangue entre os jovens.

A primeira edição do projeto aconteceu na manhã desta quinta-feira, 30, na Escola Estadual Pedro de Alcântara. As atividades retornam na sexta, 1, no período da tarde. A previsão é que o projeto seja replicado em outras escolas da cidade.

Atualmente as coletas que acontecem a cada 15 dias na Policlínica Central e semanalmente, no Hemocentro de Poços de Caldas.

Em Varginha o Hospital Bom Pastor realiza as hemotransfusões provenientes da Upa e do próprio seu pronto atendimento, ou seja, de todo o atendimento de clínico, de urgência e emergência, além de fornecer sangue usado nas cirurgias eletivas.

Publicidade

As doações também são usadas pela Clínica Oncológica, que atende pacientes de 52 cidades com internações e Cirurgias Oncológicas.

“Falamos sobre a importância da doação para os hospitais, tipos sanguíneos, quais as doenças e urgências são atendidas no hospital Bom Pastor. Esclarecemos dúvidas dos alunos e professores”, conta Maida Pereira Coimbra, responsável pelo setor de captação da agência transfusional do Hospital Bom Pastor.

Doação de Sangue no Brasil

Estima-se que no Brasil o percentual de doação de Sangue de toda a população seja de 1,9%, de acordo com o Ministério da Saúde. A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), um país deve ter, pelo menos, de 3% a 5% de doadores em relação ao total da população.

“O Brasil ainda tem um número baixo de pessoas que realizam doações de sangue voluntárias e de forma constante. E com ajuda e conscientização de nossos jovens podemos mudar essa realidade”, ressalta Maida.

Como funciona a doação de sangue

Doando sangue você pode salvar até quatro vidas, uma vez que o sangue doado é fracionado em quatro bolsas. A doação de sangue não causa nenhum prejuízo para o doador. É totalmente segura. E o sangue que doado é reposto em poucos dias pelo seu organismo.

Não engorda e nem emagrece e nem engrossa o sangue. A doação dura poucas horas.

• Pessoas entre 16 e 69 anos. Mas, atenção: se o candidato à doação de sangue tem entre 16 e 17 anos somente poderão doar se acompanhados dos responsáveis legais ou portando autorização formal. Maiores de 60 anos somente poderão doar caso já tenham realizado uma doação antes e apresente comprovante.
• Quem tem e está com boa saúde;
• Quem pesa acima de 50 kg;
• Quem dormiu bem na noite anterior à doação;
• Mulheres, mesmo se menstruadas ou em uso de anticoncepcionais.
Quem não pode doar:
• Quem teve hepatite após os 11 anos de idade;
• Quem tomou a vacina contra COVID-19 deve aguardar 7 dias para doação;
• Quem teve COVID-19 deve aguardar 30 dias após a Alta da quarentena;
• Quem tem exposição a situações de risco acrescido para doenças sexualmente transmissíveis;
• Quem teve gripe, resfriado ou diarreia nos sete dias anteriores à doação;
• Quem ingeriu bebida alcoólica nas últimas 12 horas anteriores à doação;
• Quem já usou alguma vez drogas injetáveis;
• Quem apresenta ferimento ainda não cicatrizado;
• Quem estiver grávida ou em período de amamentação. Após o parto normal é necessário aguardar três (3) meses e após cesárea, seis (6) meses;
• Quem fez qualquer exame endoscópico nos últimos seis (6) meses;
• Quem fez cirurgia por laparoscopia, artroscopia ou exames de: endoscopia, colonoscopia ou broncoscopia; nos últimos seis (6) meses;
• Quem fez tatuagem, maquiagem definitiva ou piercing nos últimos 12 meses;
• Quem fez tratamento dentário recente (a pessoa pode ser impedida de doar por um período de 1 a 30 dias, conforme o caso).

Para doar sangue é necessário apresentar um documento original oficial de identidade com foto (Podendo ser: Carteira de Identidade, Carteira de Trabalho, Certificado de Reservista, Carteira Nacional de Habilitação).

NÃO SE ESQUEÇA DE ALIMENTAR-SE BEM E BEBER BASTANTE LÍQUIDO!


Veja também

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Receba as notícias no seu e-mail

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui