Projeto da Prefeitura de Varginha tenta evitar o aumento da passagem do transporte público

O projeto para evitar aumento da passagem de transporte foi enviado para a Câmara. “Contamos com a sensibilidade dos vereadores para a aprovação”, afirma Vérdi.

O Prefeito Vérdi Melo anunciou, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, 3 de fevereiro, o envio, para a Câmara Municipal de Vereadores, de um projeto para evitar o aumento na tarifa da passagem de transporte coletivo em Varginha.

Publicidade

O projeto prevê que a prefeitura, usando recursos próprios, complemente o valor das passagens pagas, até o limite de 320 mil mensais. Na prática a cada R$ 4,20 de tarifa paga pelo usuário, a prefeitura completa com R$ 1,00.

De acordo com Vérdi, a Autrotrans considerou em suas projeções a queda no número de usuários (devido ao desemprego e a concorrência com os motoristas de aplicativo), a gratuidade de alunos (que volta a valer com o retorno das aulas), idosos e pessoas com deficiências, o aumento dos insumos e dos salários dos colaboradores e chegou a um valor de R$ 6,00 para a tarifa em Varginha.

“Nós entendemos que uma tarifa de R$ 6 reais seria humanamente impossível para o trabalhador. Por isso criamos o projeto. Nós não estamos colaborando com a empresa, estamos colaborando com o trabalhador, que continuará a pagar R$ 4,20”, ressalta Vérdi.

O projeto agora aguarda a análise dos vereadores. “Se a Câmara não aprovar o projeto, vou ter que dar “canetada” e aprovar a tarifa de pelo menos R$ 5,50. Então acredito muito na sensibilidade dos vereadores para nós podermos fazer com que o trabalhador continue pagando R$ 4,20 e que não seja sacrificado o seu orçamento familiar”, completa Vérdi.

Processo licitatório

O projeto para manter o valor da passagem, sendo aprovado, vai ser executado até que a licitação de transporte coletivo seja concluída e a empresa ganhadora possa executar o serviço.

Publicidade

De acordo com o Procurador Geral do Município, Dr.Evandro Marcelo dos Santos, a licitação do transporte coletivo em Varginha começou há dois anos, mas houve um problema de questionamento de autorga daquele edital e o Tribuna de Contas suspendeu o edital.

“Veio a pandemia, o Tribunal de contas não decidiu e como a cidade não podia ficar com a licitação parada o Prefeito decidiu revogar aquela licitação e ampliar, abrindo outra já pensando nos cálculos pós pandemia”, explica Santo.

A nova licitação irá prever que a prefeitura irá custear a gratuidade (uma média de 320 mil passagens por mês), com isso o custo da passagem será menor e com um valor justo para o trabalhador.

A previsão é que o edital de licitação do transporte coletivo de Varginha seja publicado em até dois meses e que a empresa vencedora já comece a explorar o serviço no segundo semestre. Enquanto isso continuarão a ser feitos os aditivos semestrais no contrato com a Autotrans.

Publicidade

Confira também: Veja como solicitar ou renovar a Carteirinha Estudantil para Transporte Coletivo Urbano em Varginha


Veja mais notícias no Varginha Digital

Siga-nos no Google News

Participe dos Grupos do WhatsApp e receba as novidades!

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.

Publicidade

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Publicidade