Queimada é crime ambiental: pode dar multa e prisão

Em Varginha foi registrado um aumento de 35% deste crime ambiental.

Varginha registou um aumento de 35% de queimadas em 2019, de acordo com a Guarda Civil Municipal. Além do transtorno com a fumaça e a fuligem, as queimadas podem agravar problemas respiratórios. Sem falar que a prática é um crime ambiental, que pode dar multa e até prisão.

A multa pode chegar até R$ 1 mil reais para o dono do terreno. Já quem for pego em flagrante ateando fogo pode ficar de 1 a 4 anos na prisão.

Foram registrados cerca de 185 casos de queimadas em Varginha até quarta-feira, 17. Segundo o Corpo de Bombeiros, na última semana foram mais 10 casos aconteceram na cidade.

A recomendação comunicar ao Corpo de Bombeiros se for avistado qualquer foco de incêndio pelo telefone 193.

Fontes: G1 e TV Princesa

Voltar para a Página Inicial | Curta o Varginha Digital no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome