Mais de 60 pessoas são resgatadas em situação de trabalho escravo em Boa Esperança e Ilicínea

Publicidade

A operação que resgatou mais de 60 pessoas em situação de trabalho escravo aconteceu entre os dias 13 e 20 de julho.

Mais de 60 trabalhadores rurais foram resgatados durante uma operação de combate ao trabalho escravo em lavouras cafeeiras do Sul de Minas. A operação, realizada pela Polícia Rodoviária Federal, auditores fiscais do trabalho e o Ministério Público do Trabalho, aconteceu em fazendas de Boa Esperança e Ilicínea entre os dias 13 e 20 de julho, após denúncias anônimas.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, no decorrer de operação, a força-tarefa encontrou vários trabalhadores rurais em situações de trabalho análogas à de escravos, com jornadas exaustivas e com condições degradantes.

Os trabalhadores não possuíam direitos trabalhistas básicos, como registro do trabalhador e pagamento mensal do salário. Ainda de acordo com a PRF, os lavradores moravam em alojamentos com situações precárias, sem local próprio para uso de banheiro e refeições durante o trabalho. Além disso, não eram oferecidos equipamentos de proteção individual.

A PRF ainda informou que os trabalhadores eram responsáveis por todo o custeio do transporte e da alimentação desde o estado de origem até as fazendas no Sul de Minas.

Publicidade

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, os trabalhos de apuração de responsabilidade civil e criminal dos empregadores continuam.

Trabalho Escravo Sul de Minas
Foto: Policia Rodoviária Federal
Trabalho Escravo Sul de Minas
Foto: Policia Rodoviária Federal

Com informações de G1 Sul de Minas


Veja também

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Siga-nos no Google News

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui