ATUALIZAÇÃO: Tragédia em Capitólio: rocha desaba e atinge lanchas

Publicidade

Foram confirmados, até agora, sete mortos no acidente em Capitólio. Na atualização das 21h três pessoas continuavam desaparecidas.

O deslizamento de uma grande rocha, em um paredão do Lago de Furnas, em Capitólio, atingiu quatro lanchas com turistas no início da tarde deste sábado, 8 de janeiro. O acidente aconteceu no condomínio Escarpas do Lago, que fica perto da São Roque de Minas.

De acordo informações compartilhadas pelo porta-voz do Corpo de Bombeiros, Tenente Pedro Aihara, às 16h50 tinham sido sido confirmadas as mortes de dois homens, mas ainda não foi possível fazer a identificação dos corpos. “Eles foram bastante afetados pela colisão, pelo impacto da rocha, daquela estrutura. Eles ainda não estão no IML, estão em um posto de comando que foi montado provisoriamente em um clube náutico da região”, explica o tenente.

Na atualização das 18h30 o Tenente Pedro Aihara confirmou a morte de seis pessoas ao todo, retirados do local e levados para o posto de comando e estão passando pelos procedimentos executados pela Polícia Civil, para liberação.

Às 21h foi confirmado que as 20 pessoas que estavam desaparecidas, 16 pessoas foram localizadas após cruzamento de informações com os hospitais de Minas Gerais e uma pessoa foi encontrada morta, o que totaliza oficialmente sete mortos no desmoronamento do paredão em Capitólio. Três pessoas continuam desaparecidas

Publicidade

Sobre os feridos, o tenente confirmou que 23 vítimas foram atendidas na Santa Casa de Capitólio e liberadas. Outras duas estão na Santa Casa de Piumhi e apresentam fraturas expostas. Duas estão na Santa Casa de Passos, em situação estável. Mais quatro vítimas foram atendidas na Santa Casa de São João da Barra com ferimentos leves e liberadas.

Veja o momento do acidente:

Entenda o que aconteceu

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 12h deste sábado, 8, por funcionários que trabalham próximos à ponte do Turvo, em Capitólio, que relataram que uma cabeça d’água teria atingido a região dos cânions. Em decorrência disso teria acontecido o deslocamento de pedras e estruturas rochosas que teriam atingido lanchas e turistas embarcados.

Imediatamente a corporação deslocou bombeiros militares de Piumhi e Passos, cidades mais próximas ao local do acidente. Foi possível confirmar até agora que quatro embarcações foram atingidas pela rocha, sendo que duas afundaram, mas este número pode aumentar, pois, muitos barcos e lanchas estavam no local.

Das duas embarcações que sofreram impacto direto da rocha, na lancha de nome EDL foram resgatadas 14 pessoas com vida e da lancha com o nome Jesus foram socorridas 10 pessoas com vida.

As outras duas embarcações sofreram impacto indireto. De uma lancha vermelha, que não foi identificada, foram resgatadas 10 vítimas com vida. Da outra lancha, identificada como Nova Mãe, foram socorridas 8 pessoas com vida.

Fotos que circulam nas redes sociais mostram os destroços das lanchas:

O trabalho do Corpo de Bombeiros continua, sem previsão de término, com mergulhadores especializados e o apoio da aeronave Arcanjo 08, que tem capacidade para levar pacientes para Belo Horizonte ou outro local que seja necessário.

Também continua o monitoramento da situação no local.

O Varginha Digital está acompanhando o caso para trazer mais atualizações.


Veja mais notícias no Varginha Digital

Siga-nos no Google News

Participe dos Grupos do WhatsApp e receba as novidades!

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Receba as notícias no seu e-mail

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui