Caminhoneiros fazem paralisação contra o preço do frete mínimo

No Sul de Minas ainda não foram registrados pontos de paralisação.

Foram registrados vários pontos de paralisação de caminhoneiros em Minas Gerais na manhã desta segunda-feira, 22. No Sul de Minas nenhum foco de manifestação foi registrado até agora.

O motivo do movimento é a insatisfação com uma mudança no preço do frete mínimo.

Em Minas Gerais os pontos onde os motoristas foram as BRs 116, em Governador Valadares, e na BR 381, em Ipatinga, no Vale do Aço.

Já no Posto Planalto 2, quilômetro 409 da BR 116, os caminhoneiros que estavm parados estavam pedindo adesão ao movimento.

Os coordenadores do movimento dizem que pretendem manter a paralisação até que o Ministério da Infraestrutura reveja o valor do frete.

Não houve uso de violência e não foi feita interdição da pista pelos manifestantes, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal.

Horas após o início da paralisação o Ministério da Infraestrutura do governo federal informou que pediu a suspensão da regra que instituiu os valores.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) marcou uma assembleia extraordinária para decidir sobre a questão às 17h desta segunda-feira (22).

Fonte: Estado de Minas.

Voltar para a Página Inicial | Curta o Varginha Digital no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome