Minas Gerais tem mais de 140 mil casos prováveis de dengue

Não há nenhuma morte causa pela dengue registrada no Sul de Minas.

A Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais divulgou o boletim epidemiológico de monitoramento dos casos de Dengue, Chikungunya e Zika.

Em 2019, até o dia 22/04, foram registrados 140.754 casos prováveis de dengue em todo o estado de Minas Gerais. No Sul de Minas foram 826 casos.

Casos prováveis:

Perdões – 109
Nepomuceno – 252
Três Pontas – 465

Em 2019, até o momento, foram confirmados 14 óbitos por dengue dos municípios de Arcos (1), Betim (6), Frutal (1), Ibirité (1), Paracatu (1), Uberlândia (2) e Unaí (2). Outras 57 mortes ainda estão sendo investigadas. Nenhuma morte foi registrada no Sul de Minas.

Febre Chikungunya

Foram registrados em Minas Gerais 1.301casos prováveis de chikungunya em 2019, desse total, 46 gestantes, sendo três com confirmação laboratorial até o momento. Não foi registrado nenhum caso na nossa região.

Zika Vírus

Foram registrados 497casos prováveis de zika em 2019 em terras mineiras. Sendo 164 casos em gestantes, registrados em 44 municípios, com destaque:
Belo Horizonte (31gestantes), Uberlândia (20 gestantes), Contagem (10 gestantes), Januária (9 gestantes), Uberaba (8 gestante), Montes Claros (7 gestantes), Araguari, Janaúba, Ribeirão das Neves, São Francisco (6 estantes cada) e Betim (5 gestantes).

Evitar o aumento dos casos de Dengue, Chikungunya e Zika depende principalmente de conscientização da população.

Veja mais sobre mutirões de limpeza em Varginha.

A população também pode ajudar no combate ao mosquito. Denúncias de casos que comprometam a saúde pública podem ser feitas. Basta ligar para o Setor de Vigilância Ambiental (3690-2230) ou para a Guarda Civil Muninicipal (153) e ainda enviar e-mail para [email protected].

Voltar para a Página Inicial


DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome