PC prende suspeitos de usar carros roubados para assaltar casas e comércios

Publicidade

De acordo com as investigações caminhonetes roubadas eram usadas para assaltar a casas e comércios que possuíam cofres.

Nesta terça-feira, 28, a Polícia Civil deflagrou a operação João de Barro. A ação é o resultado da investigação de uma série de roubos de veículos e assaltos a imóveis em Varginha. As equipes cumpriram sete mandados de busca e apreensão na cidade e na zona rural de Três Corações, e prenderam de dois homens por tráfico de drogas.

O trabalho investigativo começou neste ano, após várias ocorrências de roubos a casas e carros. De acordo com as investigações, os homens, roubavam caminhonetes usavam os veículos para assaltar casas e comércios que possuíam cofres.

A partir da apreensão de um carro, roubado no mês de junho, a PCMG identificou quatro suspeitos de envolvimento nos crimes. Foi levantado que a maioria deles usava como álibi o trabalho na construção civil – motivo pelo qual a operação de hoje recebeu o nome de João de Barro.

Com o desdobramento das investigações, foi possível obter provas de que os investigados também atuavam no tráfico de drogas. Inclusive, durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidos dois tabletes de cocaína, aproximadamente R$ 16 mil em dinheiro, balança de precisão e aparelhos celulares, que serão analisados e poderão auxiliar na apuração de outros crimes.

Publicidade

Os dois suspeitos, de 30 e 33 anos, presos em flagrante, foram autuados por tráfico de drogas e encaminhados ao sistema prisional. As investigações prosseguem pela Polícia Civil.

Participaram da João de Barro, além de policiais civis lotados em Varginha, equipes das delegacias em Três Pontas, Elói Mendes e Boa Esperança.

Mandado de prisão

Ainda em Varginha, no fim da tarde de ontem (27/12), como resultado de uma investigação de tráfico de drogas, policiais civis cumpriram mandado de prisão contra um homem, de 35 anos. No último dia 16, a equipe já havia realizado buscas em imóveis ligados ao investigado e encontrou grande quantidade de entorpecentes. A PCMG representou, então, pela prisão do suspeito, sendo a medida deferida pela Justiça. Após a formalização do procedimento na delegacia, ele foi encaminhado ao sistema prisional.


Veja mais notícias no Varginha Digital

Siga-nos no Google News

Participe dos Grupos do WhatsApp e receba as novidades!

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui