Pirâmide de São Thomé das Letras é posta a venda e gera manifestações

Pirâmide de São Thomé das Letras
Imagem da Internet

A Pirâmide é o ponto turístico mais famoso de São Thomé das Letras, tombado pelo patrimônio, foi anunciado sua venda por R$ 1,2 milhão e gerou protesto dos moradores.

A Pirâmide de São Thomé das Letras, no Parque Antônio Rosa, foi colocada à venda na última quarta-feira (3) e o fato gerou revolta e manifestações na cidade.

A Pirâmide é o ponto turístico mais famoso da cidade e é tombado como patrimônio histórico, fica localizada em uma região particular. Moradores do município fizeram protesto nesta quinta-feira (4).

De acordo com a prefeitura de São Thomé das Letras, a Pirâmide é tombada como patrimônio paisagístico da cidade. Ela foi construída há 40 anos, em uma área particular no Parque Antônio Rosa. O parque tem 111 hectares e pertence ao município. Já a Pirâmide é de propriedade particular de uma pessoa do estado de SP.

O anúncio sobre a venda foi feito por uma imobiliária da cidade vizinha de Três Corações, na quarta-feira (3). O valor pedido é de R$ 1,2 milhão.

Moradores da cidade fizeram um protesto com faixas e cartazes ontem. Eles foram até o local para pedir que a pirâmide seja desapropriada pela prefeitura.

Pessoas protestam no Parque Antônio Rosa para defender que a Pirâmide, que é propriedade particular, seja desapropriada pela prefeitura (foto: Reprodução da Internet)

A mobilização foi feita por moradores da cidade e também nas redes sociais por turistas. O local tem mais de 40 anos e foi tombado há 18 anos. O dono nunca tomou posse.

O objetivo da manifestação foi pressionar a prefeitura para que a pirâmide continue sendo do público e mostrar a algum interessado na possível compra que os moradores não estão de acordo, outro protesto será feito no sábado (6) durante o pôr do sol em frente a pirâmide.

A Prefeitura de São Thomé das Letras publicou nota esclarecendo o caso. “Informo a todos que já tem um tempo que tenho tentado negociar com o proprietário a compra do imóvel pelo poder público. Apesar de ser tombada como patrimônio paisagístico, é um imóvel particular. O dono tem a escritura. É interesse do município adquiri-la, sim”, afirma o prefeito Tomé Reis Alvarenga.

O prefeito explicou que a prefeitura está tentando de tudo para adquirir o local, mas a aquisição deve ser feita de forma legal, mediante justa indenização, conforme a lei. “Já temos uma nova reunião agendada com o proprietário, onde pretendemos, finalmente, resolver a situação”, completa.

Veja a nota divulgada pela Prefeito Tomé Reis Alvarenga através da página oficial da cidade no Facebook:

Com informações de Jornal Estado de Minas

# Pirâmide de São Thomé das Letras / MG


Veja também

Siga-nos nas Redes Sociais

Novos Caminhos: plataforma oferecerá curso de especialização para professores

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!


DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome