PM descobre fábrica de Linha Chilena em Três Corações

A fábrica de Linha Chilena foi descoberta após denúncias.

Nesta terça-feira, 30, a Polícia Militar descobriu uma fábrica de Linha Chilena em Três Corações. Os militares chegaram ao local após receber denúncias anônimas.

Foram encontrados no local uma máquina de transposição de carreteis grandes para pequenos. O homem alegou que adquiria os carretéis grandes por R$ 120,00. Ele transformava o material carretéis menores, chegando a fabricar até 35 peças. Ele revendia por R$ 7,50 cada.

Ao todo foram apreendidos aproximadamente 150 carreteis que seriam transformados em linha chilena, e um grande já contendo esse tipo de linha.

O homem foi em flagrante delito e foi entrgue a Justiça Criminal para demais providencias legais cabíveis.

*Fábrica de Linha Chilena é descoberta em Três Corações.*Nessa data a Polícia Militar, após receber denúncias anônimas, de que um endereço na cidade de Três Corações estava acontecendo a fabricação de linha chilena, deslicou para verificação dos fatos.A Polícia Militar deslocou até a referida residência e após realizar buscas em seu interior foi localizada uma máquina de transposição de carreteis grandes para pequenos, para venda.O autor alegou que adquiria os carreteis grandes por R$ 120,00 (cento e vinte reais) e transformavam este em cerca de 30 a 35 carreteis pequenos e vendia por R$ 7,50 (sete e cinquenta) cada.Ao todo foram apreendidos aproximadamente 150 carreteis que seriam transformados em linha chilena, e um grande já contendo esse tipo de linha.Foi dado voz de prisão em flagrante delito ao autor que foi entrgue a Justiça Criminal para demais providencias legais cabíveis.*ACO 16 CIA PM IND*

Posted by Varginha 24 Horas on Tuesday, July 30, 2019

Fonte: Varginha 24h.

Vender Linha Chilena é proibido em Varginha

Vender e usar linha chilena ou com cerol é proibido em Varginha, de acordo com a Lei Municipal nº 5.753, de setembro de 2013. Quem for pego vendendo ou usando o material pode pagar multa com valores entre R$ 100 e R$ 1 mil.

No período das férias de julho, este tipo de linha é “popular” entre crianças e adolescentes, que aproveitam para brincar com pipas. O problema é que o material é altamente cortante.

A linha chilena, por exemplo, é feita com uma mistura de cola e pó de quartzo e óxido de alumínio. Já a linha com cerol é feita com cola e vidro moído.

Acidentes com essas linhas têm sido frequentes. No dia 22 de julho, um acidente com uma linha chilena deixou um menino de 13 anos ferido em Varginha. Ele teve cortes nas duas pernas após se enroscar em uma linha que estava estendida na calçada. Veja a matéria completa aqui.

Outro caso, também de acidente com linha chilena, aconteceu no final de março deste ano. O paraglider pilotado por Marcelo Pontes teve as cordas cortadas por uma linha chilena. Veja a matéria completa aqui.

Marcelo Pontes ainda se recupera das graves lesões causadas pela queda.

Veja aqui o que diz a lei em Varginha.

Voltar para a Página Inicial | Curta o Varginha Digital no Facebook

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome