UNIFAL-MG seleciona trabalhadores para coleta de materiais recicláveis no campus de Alfenas

Publicidade

A inciativa da Unifal-MG do projeto ColetAtiva reforça as ações sustentáveis da Universidade e contribui para geração de renda dos catadores.

A UNIFAL-MG está com edital de chamada pública aberto para a seleção e cadastramento de coletores de resíduos recicláveis em instalações da Universidade no município de Alfenas, na Sede e na Unidade Educacional Santa Clara.

Essa iniciativa é uma ação da Pró-Reitoria de Extensão, por meio do projeto “ColetAtiva UNIFAL-MG”, com apoio da Comissão Permanente de Meio Ambiente e Sustentabilidade (CPMAS). As inscrições estarão abertas até o dia 5 de janeiro de 2022, pelo formulário on-line disponível neste link. No total, serão disponibilizadas duas vagas. 

O objetivo é selecionar coletores interessados na permissão para o recolhimento não oneroso de resíduos. “A ideia da chamada pública surgiu como a oportunidade perfeita de alinhar o ambientalmente adequado com a emancipação econômica de catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis, realizando uma Coleta Seletiva Solidária, conforme prevê a Política Nacional de Resíduos sólidos (Lei 12.305/10)”, explicaram as coordenadoras do ColetAtiva, a professora Giovana de Fátima Lima Martins, do Instituto de Química, e a servidora técnica-administrativa Larissa Araújo dos Santos, coordenadora de Desenvolvimento Institucional da Proplan. 

Para realizar a proposta, a coleta obedecerá a um cronograma a ser elaborado após o fim da seleção, alinhado com os próprios coletores. “No caso de Alfenas, iremos selecionar catadores através da chamada pública e, em Poços e Varginha, iremos buscar formalizar junto a cooperativas e/ou associações para recolhimento dos resíduos recicláveis dos campi avançado, também selecionando através de editais de chamamento público”, destacou a gerente de meio ambiente da UNIFAL-MG, Julieta Aparecida Moreira. 

Publicidade

Para compartilhar informações sobre a iniciativa com os colaboradores que atuam na limpeza, a equipe do projeto realizou reuniões nos dias 7/10, na Sede, 23/11, na Unidade Santa Clara, e 2/12, em Poços de Caldas e Varginha, sobre a coleta seletiva. “Os colaboradores são nossos principais aliados. São eles que vivem o dia a dia da limpeza e do recolhimento dos resíduos. Sem eles, o ColetAtiva não funciona. Nosso intuito ao chamá-los para uma reunião foi de sensibilizá-los e mostrar a relevância do trabalho que eles realizam na Instituição, sendo fundamental para uma efetiva coleta seletiva”, completaram as coordenadoras do projeto de extensão. Cerca de 100 colaboradores participaram das reuniões. 

A chamada pública para coletores conta com o apoio do poder público legislativo local e da rádio Federal FM. “Esperamos que esse chamamento alcance todos os interessados em se comprometer com esse trabalho, para que juntos possamos realizar um trabalho de grande impacto ambiental e social”, finalizaram as coordenadoras Giovana de Fátima Lima Martins e Larissa Araújo dos Santos.  

Entre os benefícios socioambientais locais, a coleta seletiva reduz a quantidade de resíduos direcionados ao aterro sanitário e oferece um acréscimo na renda dos catadores de recicláveis, que poderão ser beneficiados com os resíduos separados recolhidos na Instituição.

Saiba mais sobre o projeto ColetAtiva 

O ColetAtiva, um dos projetos do programa de extensão Legado Ambiental, propõe a institucionalização da coleta seletiva nos três campi da Universidade e na Unidade Educacional Santa Clara, de maneira a transformar o comportamento social e as práticas pessoais em prol de um ambiente mais sustentável.

O projeto é realizado não só em cumprimento às exigências legais, mas também pela necessidade de mudar nosso comportamento no que tange à temática socioambiental, a fim de que de cada um que, colaborando individualmente nas ações de separação correta dos resíduos, auxilie no fortalecimento e engrandecimento do projeto”, salientaram as coordenadoras Giovana de Fátima Lima Martins e Larissa Araújo dos Santos.  

De acordo com a gerente de meio ambiente da UNIFAL-MG, Julieta Moreira, o projeto realizou o processo de aquisição do primeiro lote de lixeiras apropriadas para colocação em área de maior circulação nos campi, com capacidade para 50 litros.

Realizamos pesquisa e consulta a outras instituições e verificamos que o melhor modelo para coleta seletiva é utilizando somente duas lixeiras, e adotamos para resíduos recicláveis (verde) e não recicláveis (cinza)”, acrescentou. 

Para o futuro, as ações incluem a sensibilização da comunidade acadêmica por meio das mídias sociais, para entendimento e colaboração com a coleta seletiva no retorno presencial aos campi, e, em fevereiro de 2022, a instalação das primeiras lixeiras, com sinalização e orientação para os usuários. 

Unifal-MG catadores

Veja mais notícias no Varginha Digital

Siga-nos no Google News

Participe dos Grupos do WhatsApp e receba as novidades!

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui