Secretaria Estadual de Saúde divulga nota sobre a falta de vacinas contra a influenza

Vacina
Foto ilustrativa

A nota da SES-MG esclarece como é feita a distribuição das doses das vacinas contra a influenza.

Em poucas horas as doses da vacina contra influenza acabou em Varginha. O mesmo aconteceu na maioria das cidades mineiras. O motivo foi o baixo número de doses enviadas para as regionais de saúde em todo o Estado de Minas Gerais.

Em resposta ao número insuficiente de doses, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) divulgou, na manhã desta quarta-feira, 25, nota afirmando que a distribuição das doses utilizadas durante a imunização é de responsabilidade do Ministério da Saúde.

Afirma ainda que o papel da SES é receber as doses enviadas pelo Ministério e as repassar para as 28 Regionais de Saúde do Estado, que, por sua vez, fazem o encaminhamento para cada município sob sua jurisdição.

A SES afirma ainda que, de acordo com definições feitas pelo Ministério da Saúde, as doses estão sendo enviadas para os estados em remessas semanais e, durante a campanha, serão realizadas aproximadamente 14 remessas. A secretaria afirma que todas as pessoas dos grupos prioritários serão vacinadas.

Em Varginha a Prefeitura informou, na tarde desta terça-feira, que a cidade recebeu 5.500 doses para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, porém não foram suficientes para atender os 13.460 idosos e 3.269 profissionais da saúde previstos nesta primeira fase da campanha.

Uma nova remessa de 3.600 doses da vacina está prevista para chegar nesta sexta-feira, 27, para atender a primeira fase da campanha. Os locais de vacinação deverão ser divulgados até quinta-feira, 26.

Confira a nota da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais na íntegra:

“A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) esclarece que a distribuição das doses utilizadas na 22ª Campanha Nacional de Imunização contra a Influenza é de responsabilidade do Ministério da Saúde. O papel da secretaria é receber as doses enviadas pelo Ministério e as repassar para as 28 Regionais de Saúde do Estado, que, por sua vez, fazem o encaminhamento para cada município sob sua jurisdição.

Ainda de acordo com definições feitas pelo Ministério da Saúde, as doses estão sendo enviadas para os estados em remessas semanais e, durante a campanha, serão realizadas aproximadamente 14 remessas.
Até o momento, a SES-MG recebeu:

– 16/03/2020: 913.200 doses da vacina contra influenza, que já foram distribuídas para as Unidades Regionais de Saúde para a distribuição para os municípios;
– 23/03/2020: 592.000 doses da vacina contra a influenza e a distribuição para as Unidades Regionais de Saúde está em andamento.

Importante reforçar que a SES-MG não dispõe de informações em relação ao estoque de cada município. Isso deve ser apurado de acordo com a secretaria municipal de interesse.

De acordo com as informações do Ministério da Saúde, o quantitativo de vacinas necessário para atender as pessoas incluídas nos grupos prioritários será disponibilizado. Não há falta da vacina.

Reforçamos, ainda, que no Seminário de Agravos Transmissíveis e Imunização, realizado nos dias 10, 11 e 12 de março, em Belo Horizonte, a coordenação do Programa de Imunizações da SES-MG explicou aos representantes das 28 Regionais de Saúde de que forma seria feita a distribuição das doses de vacina que, conforme todos os anos, é realizada pelo Ministério da Saúde e é enviada por remessas.”

Com informações Comunicação SES-MG.

Curta o Varginha Digital no Facebook e fique por dentro das melhores notícias de Varginha e Região. Varginha em um clique!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Insira seu comentário
Por favor digite seu nome