Anvisa autoriza importação da vacina Sputnik V por sete estados

Publicidade

Os estados poderão importar uma quantidade bem reduzida da vacina Sputnik V nesse primeiro momento.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a importação excepcional da vacina Sputnik V pelos estados do Rio Grande do Norte, de Mato Grosso, Rondônia, do Pará, Amapá, da Paraíba e de Goiás.

O número de doses da vacinas, no entanto, será pequeno: 1% da população de cada um dos estados. Por tanto, os estados poderão importar a seguinte quantidade:

Rio Grande do Norte – 71 mil doses;
Mato Grosso – 71 mil  doses;
Rondônia – 36 mil doses;
Pará – 174 mil doses;
Amapá – 17 mil doses;
Paraíba – 81 mil doses;
Goiás – 142 mil doses.

Para autorizar a importação, a Anvisa determinou que a vacina deverá ser utilizada apenas na imunização de indivíduos adultos saudáveis e que todos os lotes dos imunizantes importados somente poderão ser destinados ao uso após liberação pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS).

Publicidade

Além disso, a Anvisa receberá relatórios periódicos de avaliação benefício-risco da vacina. O imunizante deverá ser utilizado em condições controladas com condução de estudo de efetividade, com delineamento acordado com a agência e executado conforme Boas Práticas Clínicas.

A Anvisa poderá, a qualquer momento, suspender a importação, distribuição e uso das vacinas importadas.


Veja também

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Siga-nos no Google News

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.
Varginha em um clique!

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui