Fábrica da Heineken recebe licença para instalação em Passos e deve gerar milhares de empregos

Publicidade

A Fábrica da Heineken em Passos (MG) vai investir R$ 1,8 bilhão na nova unidade, que irá gerar 350 empregos diretos e 11 mil indiretos.

A Câmara de Atividades Industriais do Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam) aprovou, em reunião realizada nesta quinta-feira (26/1), o licenciamento da empresa Cervejaria Heineken para instalação de fábrica no município de Passos, no Sul de Minas. A empresa obteve Licença Prévia e de Instalação Concomitante.

Aprovada com sete votos favoráveis e um contrário, a licença permite que o empreendedor realize a instalação conforme condições estabelecidas na licença ambiental, e cumpridas as condicionantes ambientais determinadas para cada fase do licenciamento. Vale ressaltar que o empreendedor deverá obter, antes de iniciar as intervenções necessárias à implantação, a anuência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O grupo cervejeiro irá investir cerca de R$ 1,8 bilhão na nova unidade, com geração de 350 empregos diretos e 11 mil indiretos. O início das operações está previsto para 2025.

O local abrigará a fabricação de cervejas, chopes e maltes, além de usinas de produção de concreto comum, interceptores, emissários, elevatórias e reversão de esgoto, Estação de Tratamento de Água para abastecimento e Estação de Tratamento de Esgoto Sanitário.

Facilidade logística

Segundo representantes do grupo cervejeiro, a escolha de Passos se deve à disponibilidade hídrica, desenvolvimento socioeconômico e facilidade logística para o abastecimento do estado de Minas Gerais e da região Sudeste.

O grupo de Cervejarias inclui as marcas Heineken, Sol, Kaiser, Bavaria, Amstel, KirinIchiban, No Grau, Devassa, Baden Baden, Eisenbahn e Glacial, além das bebidas não alcoólicas Schin Tônica, Skinka, Itubaína e Viva Schin, perfazendo o total de 15 cervejarias em todo o Brasil.

A fábrica contemplará a produção de cerveja e utilidades, tais como refrigeração, recuperação CO2, geração de vapor – caldeira de biomassa, geração de ar comprimido, bem como subestação de energia elétrica, adutora de água bruta com estação elevatória e estação de tratamento de água, usina de produção de concreto para instalação, estação de tratamento de efluentes, emissário de lançamento de efluentes tratados e áreas administrativas.

A Heineken anunciou, em abril de 2022, a escolha da localização de sua nova fábrica e informou, ainda, que a capacidade produtiva anual será de mais de 5 milhões de hectolitros. A fábrica será a unidade mais sustentável da companhia no país, segundo a empresa, sendo 100% abastecida por fontes de energia renovável.

Fábrica da Heineken
Fábrica da Heineken em Passos (MG) deve gerar 350 empregos diretos e 11 mil indiretos.

Siga o Varginha Digital no Google News para acompanhar as novidades e informações atualizadas.

Publicidade

Publicidade