Confira dicas de segurança com a rede elétrica para o período de férias escolares   

Publicidade

Crianças e adolescentes costumam ficar mais em casa nesta época do ano, veja dicas de segurança com a rede elétrica para o período de férias escolares.  

Janeiro é o tradicional mês das férias escolares e, por isso, caracteriza-se como um período que exige atenção redobrada com crianças e adolescentes, principalmente em relação aos cuidados para que sejam evitados acidentes com eletricidade. Com mais tempo em casa, os jovens podem ficar expostos a situações que podem causar choque elétrico. Por isso, a Cemig destaca medidas básicas de segurança doméstica que podem ser muito úteis no período de férias escolares.   

A atitude primordial em relação às crianças é mantê-las longe de tomadas, cabos e equipamentos elétricos. Uma dica valiosa, em relação às tomadas, é a utilização de protetores para evitar que sejam colocados objetos, especialmente, os metálicos. Deve-se também evitar o uso de “T”s e benjamins, que podem causar sobrecarga de energia e acidentes.    

Publicidade

As proteções para tomadas são objetos simples e que podem ser encontradas em várias lojas elétricas ou até mesmo na internet. São fáceis de serem colocadas e evitam que as crianças coloquem objetos pontiagudos nas entradas de energia. Já em relação aos ‘T’s e benjamins, muito utilizados no Brasil, é preciso evitar ao máximo essa prática, pois eles podem causar acidentes graves e até mesmo incêndios. Algumas pessoas usam vários equipamentos em uma mesma tomada, o que pode gerar aquecimento e até mesmo derretimento do material plástico que compõe o objeto. E, a cada vez que esses objetos sofrem sobrecarga elétrica, as chances de acidentes aumentam ainda mais”, explica o engenheiro de Segurança do Trabalho da Cemig, Francis Nascimento.  

Além disso, é importante que o cliente instale um dispositivo diferencial residual. Esse dispositivo já é obrigatório pelas normas da ABNT desde 1997. O equipamento protege pessoas e animais contra o choque elétrico e sua instalação é simples, mas deve sempre ser feita por um eletricista.   

Este dispositivo detecta a fuga de corrente e desliga o circuito imediatamente, evitando o choque elétrico. Dessa forma, mesmo que a criança coloque o dedo ou introduza algum material na tomada, ela estará protegida”, explica.    

Atenção redobrada, mesmo em situações comuns   

Publicidade

Os pais e responsáveis devem ficar atentos também a equipamentos comuns do dia a dia. É fundamental que os jovens sejam orientados a utilizar a geladeira apenas com os pés calçados e nunca com o corpo molhado.    

É preciso evitar o contato com eletrodomésticos quando o corpo está molhado. Esse cuidado deve ser ainda maior nas casas com piscina, uma vez que é comum as pessoas saírem e abrirem refrigeradores ou freezers”, alerta. Já em relação aos brinquedos eletrônicos, apesar de parecerem inofensivos, esses equipamentos precisam ser monitorados com atenção para evitar acidentes envolvendo energia elétrica. Dessa forma, a Cemig lista uma série de cuidados para preservar a segurança das crianças e garantir o divertimento sem riscos de acidentes.   

Esses equipamentos eletrônicos, como videogames e computadores, somente devem ser ligados ou desligados da tomada por um adulto, sempre utilizando o plugue e jamais puxando diretamente o fio. A fiação, inclusive, deve estar em perfeitas condições. Se o cabo apresentar algum desgaste no isolamento, o aparelho não deve ser conectado à tomada, caso contrário pode representar perigo de choque elétrico”, destaca.   

Celulares e tablets e a segurança no período de férias escolares

Publicidade

Os celulares e tablets precisam de atenção especial. É importante que as crianças não utilizem os dispositivos conectados na tomada. “Amplamente utilizados hoje em dia, esses equipamentos podem causar ocorrências graves, causando incêndios e até mesmo lesões por choques elétricos e pequenas explosões. Por isso, eles nunca devem ser utilizados conectados na tomada”, comenta.  

Já os videogames e computadores devem ser desligados da rede elétrica em caso de chuvas​ pelo risco de queima do aparelho em casos de descarga atmosférica.   

Francis Nascimento orienta que os cuidados devem começar já na hora da escolha do produto, observando a faixa etária indicada, a voltagem do equipamento e outras questões ligadas à segurança. “Também é fundamental que os pais prefiram brinquedos e equipamentos que possuam o selo do Inmetro, pois eles possuem manual de instruções ​em português com informações detalhadas de segurança, a garantia de checagem do órgão e inserção de forma clara da faixa etária para utilização”, afirma.  

Veja mais matérias como essa em UTILIDADE

TELEFONES ÚTEIS EM VARGINHA

Publicidade

  • Aeroporto: (35) 3690-2264
  • Bombeiros: 193 e 3690-2125
  • Cemig: 116
  • Copasa: 115
  • Delegacia de Mulheres: 3221-1252
  • Delegacia de Polícia Civil: 3222-9291
  • Disque Desaparecidos: 0800-282-8197
  • Disque Denúncia: 181
  • Guarda Civil Municipal: 153 e 3690-2714
  • Hospital Bom Pastor: 3690-1000 e 3690-1013
  • Hospital Humanitas: 2106-4400
  • Hospital Regional: 3690-2800
  • Juizado de Menores: 3690-2083
  • Maternidade (Hospital Regional): 3690-2807
  • Museu Municipal: 3690-2716
  • Polícia Federal: 3690-2025
  • Polícia Militar: 190 e 3690-2000

Publicidade