Chuvas em Minas causam 19 mortes e deixa e 145 cidades em situação de emergência

Publicidade

As chuvas em Minas deixaram 13.756 pessoas desalojadas e outras 3.481 desabrigadas.

As fortes chuvas que atingem Minas Gerais, desde o final de outubro de 2021, causaram até agora 19 mortes e deixaram 145 cidades mineiras em situação de emergência. De acordo com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), outras 13.756 ficaram desalojadas e 3.481 desabrigadas (dados atualizados em 11/1).

Em Dores de Guanhães, no Vale do Rio Doce, um talude desabou sobre um conjunto de casas e matou dois homens na madrugada do dia 10 de janeiro.

Também no dia 10, uma criança de 11 anos morreu depois que um muro caiu sobre uma casa em São Gonçalo do Rio Abaixo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.  Ainda na segunda-feira, em Ervália, na Zona da Mata, um jovem de 20 anos morreu um deslizamento de terra provocou um desabamento no bar onde estava.

Em Caratinga, no Vale do Rio Doce, nesse domingo, 9, um homem morreu quando o carro foi arrastado por uma correnteza após tentar atravessar um córrego que havia transbordado.

Publicidade

Na mesma cidade, no Bairro Santa Cruz, um deslizamento de terra atingiu algumas casas e causou a morte de um jovem de 28 anos.

Mais cinco pessoas de uma mesma família (pai, mãe, filhos de 3 e 6 anos e um primo) morreram quando o carro em que estavam foi soterrado por um deslizamento de terra no Retiro do Chalé, em Brumadinho, na Grande BH.

De acordo com a Defesa Civil, as 10 mortes causadas pela queda de uma rocha que se desprendeu do cânion do Lago de Furnas e atingiu barcos de turistas, ainda não entraram no boletim porque o caso está sob investigação. 

Ajuda

O governo mineiro liberou mais de R$ 1,2 milhão para a aquisição de cestas básicas, kits de higiene pessoal, limpeza, colchões e kits dormitório, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) e a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais (Cedec).

Até o momento, mais de 10 mil itens de ajuda humanitária (cestas básicas, kits de higiene pessoal, limpeza, colchões, roupas e kits dormitório) foram entregues aos municípios para assistência à população nas regiões atingidas.

O governador anunciou ainda, na última segunda-feira, 10, um repasse emergencial de R$ 47 milhões para as cidades afetadas pelas chuvas em Minas Gerais. O valor será disponibilizado pelo Governo Federal e deverá ser repassado aos municípios que desde o fim de 2021 sofrem com os fortes temporais no estado.

Campanha

Para arrecadar donativos para os desabrigados e desalojados, o Serviço Social Autônomo (Servas) criou a campanha “SOS Chuvas Minas Gerais”. Os itens mais solicitados são água, alimentos não perecíveis, cobertores, colchões, roupas de cama, itens de higiene pessoal e material de limpeza.

De acordo com o diretor de Investimento Social do Servas, Rodrigo Fernandes, para aumentar o volume de doações a entidade ampliou o número de pontos de coletas. Em Belo Horizonte, os shoppings Pátio Savassi, BH Shopping e Diamond passam a receber os itens, além dos supermercados Verdemar, Supernosso e Apoio Mineiro.  

Todos os batalhões, quartéis e bases comunitárias da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, delegacias da Polícia Civil e o Servas continuam recebendo os donativos. O endereço do Servas é avenida Cristóvão Colombo, 683. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (31) 3349-2400.


Veja mais notícias no Varginha Digital

Siga-nos no Google News

Participe dos Grupos do WhatsApp e receba as novidades!

Varginha Digital
Notícias de Varginha e do sul de Minas direto no seu celular.

Se você encontrou alguma imagem ou texto em que os direitos autorais não foram creditados, por favor, entre em contato conosco para efetuarmos a correção.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui